Cuiabá, 14 de Julho de 2024
DÓLAR: R$ 5,43
FTN Brasil | Jornal de Verdade

Viagens e Gastronomia Sexta-feira, 05 de Julho de 2024, 14:20 - A | A

05 de Julho de 2024, 14h:20 A- A+

Viagens e Gastronomia / INCENTIVO

Conheça o Fungetur: Linha de financiamento que apoia empreendedores do turismo brasileiro

O Novo Fundo Geral de Turismo auxilia no financiamento de empresas do setor que desejam reformar seus empreendimentos, comprar equipamentos e até mesmo capital de giro

ELISA RIBEIRO
DA REDAÇÃO

O Ministério do Turismo (MTur) apresenta uma ferramenta que auxilia empreendedores a conseguirem financiamento para seus negócios relacionados ao turismo. Trata-se do Novo Fundo Geral de Turismo (Fungetur), voltado preferencialmente a micro, pequenas e médias empresas e operado por 24 agentes financeiros credenciados em todo o País.

O Fungetur é um instrumento de financiamento vinculado ao MTur com orçamento específico, dispondo de patrimônio próprio e autonomia financeira e orçamentária, tendo por finalidade o fomento e a provisão de recursos para o financiamento de empreendimentos turísticos, considerados de interesse ao desenvolvimento do turismo nacional, bem como o suporte financeiro no desenvolvimento de políticas públicas de fomento à atividade turística.

Acesse nosso canal de notícias no WhatsApp pelo linkFTN BRASIL

O Novo Fungetur permite acessar até R$ 15 milhões por linha de financiamento, tendo juros de até 5% mais INPC ao ano e até 5 anos de carência. No mês de junho de 2024 a taxa de juros foi de 8.34% . A relação de beneficiários inclui meios de hospedagem, agências de turismo, transportadoras turísticas, organizadoras de eventos, parques temáticos, acampamentos turísticos, restaurantes, cafeterias, bares e similares, bem como todos os empresários registrados no Cadastur.

A linha de crédito estrutura-se em política de financiamento cujas operações são realizadas por intermédio de agentes financeiros credenciados, mediante celebração de contrato administrativo com o Ministério do Turismo para ofertarem linhas de crédito para os empresários do setor turístico nacional. As linhas do fundo abrangem financiamentos para obras de infraestrutura, bens e serviços e capital de giro.

Para acessar o Fundo, basta procurar uma das instituições financeiras habilitadas, às quais cabe analisar os pedidos e liberar os recursos. Desde que assumiu o cargo, o ministro Celso Sabino tem percorrido o país e estimulado a utilização do Fungetur pelo setor turístico. A iniciativa integra o “MTur Itinerante”, que promove a descentralização dos trabalhos do órgão e proporciona a exposição de ações e programas do Ministério em estados e municípios.

CADASTUR – Outra regra obrigatória para ter acesso ao fundo é estar cadastrado junto ao Cadastro de Prestadores de Serviços Turísticos (Cadastur) do MTur. O Cadastur é o cadastro de pessoas físicas e jurídicas que atuam no setor turístico e é obrigatório para Meios de Hospedagem, Agências de Turismo, Transportadoras Turísticas, Organizadoras de Eventos, Parques Temáticos, Acampamentos Turísticos e Guias de Turismo-MEI (Microempreendedor Individual). Outras atividades podem ser cadastradas em caráter opcional. Para mais informações, acesse o site do cadastur.turismo.gov.br .

O cadastro permite ao prestador atuar legalmente, de acordo com a Lei do Turismo, por meio da emissão do Certificado Cadastur, assim como oferece benefícios aos cadastrados. A iniciativa, além de dar visibilidade às empresas regularizadas, é uma importante fonte de consulta para o turista.

COP 30 – Em novembro de 2025, a capital paraense, Belém, será palco da 30ª Conferência do Clima sobre Mudanças Climáticas, a COP 30. E para preparar a cidade para receber o evento internacional, o Ministério do Turismo liberou o aporte de R$ 100 milhões, via Fungetur, aos empreendedores turísticos da região metropolitana de Belém.

A importância servirá para aprimorar serviços e qualificar o atendimento aos visitantes como ampliação de hotéis, restaurantes, contratação e qualificação de mão de obra e prestadores de serviços. Além disso, atividades envolvidas no suporte à reunião poderão captar até R$ 30 milhões para obras de implantação, ampliação, modernização e reforma de empreendimentos e, também, obter capital de giro associado ao produto/serviço.

APOIO AO RS – Também através do Fundo Geral de Turismo, o MTur disponibilizou o montante de R$ 100 milhões para empreendedores turísticos afetados pelas enchentes no Rio Grande do Sul. A linha de crédito ofertada pelo Fungetur permitirá que os empresários atingidos tenham recursos para melhorar os seus negócios. São condições diferenciadas de pagamento para a obtenção de capital de giro, a realização de obras e a aquisição de equipame

Comente esta notícia

Esse est et proident pariatur exercitation