Cuiabá, 22 de Junho de 2024
DÓLAR: R$ 5,43
FTN Brasil | Jornal de Verdade

Política e Eleições Sexta-feira, 10 de Maio de 2024, 07:52 - A | A

10 de Maio de 2024, 07h:52 A- A+

Política e Eleições / "PROPOSTA PADRÃO"

Servidores federais se dizem “frustrados e decepcionados” com nova etapa de negociação com governo

Uma das demandas das categorias é de que algum reajuste fosse ofertado para 2024. Porém, o pedido o governo manteve a proposta de recomposição salarial às categorias, de 9% e 3,5%, respectivamente para 2025 e 2026

PAULA VALÉRIA
DA REDAÇÃO

Servidores federais que estiveram reunidos esta semana com secretários do Ministério da Gestão e Inovação (MGI),  relatam que os encontros não têm avançado como esperado e as propostas apresentadas, até o momento, são consideradas insuficientes para atender às demandas da categoria. Eles afirmam que a falta de diálogo e a intransigência da pasta, comandada pela ministra Esther Dweck, têm dificultado a resolução dos problemas enfrentados pelos servidores.

Proposta do Governo

Uma das demandas das categorias é de que algum reajuste fosse ofertado para 2024. Porém, o pedido não foi contemplado pelo governo, mantendo a proposta de recomposição salarial às categorias, no mesmo percentual oferecido ao chamado “carreirão” do Executivo: de 9% e 3,5%, respectivamente para 2025 e 2026. Havendo sugestão apenas do reajuste para benefícios, como auxílio alimentação. 

Nos últimos dias, pelo menos três categorias estiveram reunidas em mesas temporárias específicas de negociação. Na visão dos representantes das carreiras, o intuito de encontrar as categorias em separado seria a reestruturação de carreiras.

Acesse nosso canal de notícias no WhatsApp pelo link: FTN BRASIL

“No entanto, o governo está apresentando uma proposta padrão para todos. É uma sensação de frustração. Parece que o governo está selecionando carreiras para atender. A base da pirâmide, que é educação e saúde, recebe uma proposta padronizada”, desabafa Sérgio Ronaldo da Silva, secretário-geral da Confederação dos Trabalhadores Serviço Público Federal (Condsef).

O Sindicato Nacional dos Peritos Federais Agrários (SindPFA) considerou o resultado decepcionante.

“O governo prometeu mesas específicas para discutir as distorções de cada categoria, mas trouxe a discussão da recomposição para elas e pasteurizou uma proposta única para todos, sem entrar nas especificidades”, critica João Daldegan, presidente do Sindicato Nacional dos Peritos Federais Agrários (SindPFA).

“Valorizaram-se apenas algumas categorias, e oferece percentuais maiores a quem já figura na chamada ‘elite’ do serviço público”, completou.

Reuniões

As categorias estarão reunidas, na próxima semana, em realização de assembleias específicas para deliberar sobre a proposta, sem descartar a ocorrência de paralisações e greve.

A orientação do Condsef é para que as categorias rejeitem as propostas apresentadas pelo governo essa semana.

Comente esta notícia

NOTÍCIAS DO BRASIL E DO MUNDO