Cuiabá, 20 de Julho de 2024
DÓLAR: R$ 5,60
FTN Brasil | Jornal de Verdade

Política e Eleições Quinta-feira, 16 de Maio de 2024, 16:30 - A | A

16 de Maio de 2024, 16h:30 A- A+

Política e Eleições / ATÉ 31 DE MAIO

Prefeitura apresenta negociação para Sindicato dos Servidores Públicos de Cuiabá e garante mudança no PCCS

Entre as principais alterações, está o tempo de progressão de carreira dos servidores, que passaria a ser de 2 em 2 anos, logo após um estágio probatório de 3 anos

ELISA RIBEIRO
DA REDAÇÃO

A Prefeitura de Cuiabá, por meio das Secretarias de Governo e Gestão, apresentou ao Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Cuiabá (SISPUMC), na manhã desta quinta-feira (16), uma proposta de negociação que visa alterações no Plano de Carreiras, Cargos e Salários (PCCS) dos servidores da área finalística da Saúde e da Assistência Social de Cuiabá. Caso seja aceita pela categoria, as mudanças devem ser encaminhadas para apreciação dos vereadores na Câmara Municipal até 31 de maio. 

Entre as principais alterações, está o tempo de progressão de carreira dos servidores, que passaria a ser de 2 em 2 anos, logo após um estágio probatório de 3 anos. Com a novidade, os profissionais poderão atingir o nível máximo da carreira em 11 anos, tempo que equivale a  ⅓  do que é vigorado atualmente no serviço público municipal, de 33 anos. Além disso, mudanças no tempo de serviço, plantões e férias também foram discutidos. 

Acesse nosso canal de notícias no WhatsApp pelo link: FTN BRASIL 

Conforme o secretário de Governo, Júnior Leite, apesar de ainda ser necessário o aval da Procuradoria-Geral do Município, está nas mãos da categoria aceitar ou não as mudanças propostas. A expectativa é de que até segunda-feira (20), o procurador-geral Benedicto Calix Filho, dê provimento à negociação. 

A secretária de Gestão de Cuiabá, Ellaine Mendes, ainda acrescentou que além da redução ser significativa, diminuiria o desgaste no serviço público municipal. 

De acordo com o presidente do Sindicato, vereador Adevair Cabral, a expectativa é de que a proposta seja amplamente aceita pela categoria. Apesar disso, a decisão ainda será formalizada em Assembleia Geral, marcada para acontecer na manhã desta sexta-feira (17). 

Segundo o farmacêutico e servidor da área finalística Renaudt F. Tedesco, a discussão atendeu todas as solicitações da categoria e, a projeção é que além de aprovada, a medida satisfaça boa parte dos servidores. 

“Foi excelente a reunião. O governo veio com várias propostas com relação ao que a gente solicitou, o nosso pleito, vários esclarecimentos. A maioria das propostas já foram aceitas e vão ter encaminhamentos. Se a gente aprovar isso em Assembleia, o compromisso do governo é mandar isso pra Câmara até dia 31. Então a gente sente como uma postura resolutiva. Da minha parte, acho que dos demais que estiveram na reunião, ficamos bem contentes e satisfeitos com o resultado da reunião”, reiterou.

Comente esta notícia

Esse est et proident pariatur exercitation