Cuiabá, 22 de Junho de 2024
DÓLAR: R$ 5,43
FTN Brasil | Jornal de Verdade

Geral Quinta-feira, 16 de Maio de 2024, 16:55 - A | A

16 de Maio de 2024, 16h:55 A- A+

Geral / INSTABILIDADE

Novos episódios de chuva estão previstos para RS e irão prolongar o drama causado pelas enchentes na região

Episódios de chuva no final desta semana e um maior na próxima semana vão manter os rios altos e prolongar as enchentes

PAULA VALÉRIA
DA REDAÇÃO

A MetSul Meteorologia divulgou nesta quinta-feira (16) que nos próximos dias devem ocorrer registros de chuva no Rio Grande do Sul, especialmente na Metade Norte gaúcha, onde estão localizadas as nascentes e os principais rios que enfrentam cheias de grandes proporções neste mês de maio. O primeiro episódio de instabilidade já teve início e ocorre nesta quinta e sexta-feira (17) com chuva e garoa do Centro para o Norte do Rio Grande do Sul.

Os volumes de chuva previstos devem provocar uma nova elevação dos níveis dos rios, porém, de acordo com a MetSul Meteorologia, um segundo repique de cheia não será tão significativo como o do começo da semana. A maior preocupação agora é com o risco de deslizamentos na Serra, uma vez que o solo segue saturado e instável.

Já havia precipitação em diversos pontos da Metade Norte na manhã desta quinta-feira e a instabilidade deve aumentar da tarde para a noite. No Oeste e mais ao Sul, o tempo segue seco. Na Metade Norte, o tempo segue instável com chuva nesta sexta com os maiores volumes entre o Alto Uruguai e o Planalto Médio. A chuva em pontos do Norte e do Nordeste gaúcho pode atingir 50 mm a 100 mm em várias cidades, especialmente da Serra.

O tempo melhora no sábado (18), mas ainda não se pode afastar instabilidade fraca e isolada alternada com sol e nuvens na Serra e no Litoral Norte. No domingo, centro de baixa pressão traz precipitação isolada na faixa Leste, especialmente na costa e nos Aparados, mas em grande parte do estado o sol aparece com nuvens. Na segunda-feira (20), tempo firme predomina no Rio Grande do Sul.

Alerta

A MetSul alerta que entre terça-feira (21) e quinta-feira (23) da semana que vem o Rio Grande do Sul terá chuva mais generalizada e com volumes que serão mais altos, em vários pontos elevados, devendo se aproximar ou passar dos 100 mm.

Sob este cenário, não se espera que os rios retornem aos patamares máximos vistos no começo do mês. No entanto, a ocorrência de precipitação com altos volumes em várias áreas acabará por prolongar as enchentes, mantendo os rios fora da calha por mais tempo. Além disso, podem ocorrer repiques temporários de menor escala do que os picos do início de maio. O risco de deslizamentos permanece crítico na Serra devido ao solo saturado e instável.

O mapa abaixo mostra a projeção de chuva do modelo WRF de alta resolução para hoje, amanhã e sábado em que se observa que os acumulados mais altos devem se dar no Norte e no Nordeste do Rio Grande do Sul.

Reprodução: MetSul

mapa 1.jpg

Já os dois mapas abaixo trazem as projeções de chuva para dez dias dos modelo canadense (CMC) e europeu (ECMWF) em que se constata a tendência de altos volumes de chuva no período em diversas cidades, inclusive afetadas por enchentes.

Reprodução: MetSul

mapa 2.jpg

 

Comente esta notícia

NOTÍCIAS DO BRASIL E DO MUNDO