Cuiabá, 20 de Julho de 2024
DÓLAR: R$ 5,60
FTN Brasil | Jornal de Verdade

Política e Eleições Segunda-feira, 22 de Janeiro de 2024, 08:19 - A | A

22 de Janeiro de 2024, 08h:19 A- A+

Política e Eleições / ELEIÇÃO MUNICIPAL DE 2024

Ministro Carlos Fávaro confirma apoio da Federação e do PSD a Kalil Baracat nas eleições deste pleito em Várzea Grande

A conversa entre Lula e o ministro ocorreu no dia 8 de janeiro. Fávaro voltou a enfatizar que o apoio ao PT atende a um pedido do presidente Lula

ELISA RIBEIRO
DA REDAÇÃO

O  ministro de Agricultura Carlos Fávaro, afirmou que o PT e a Federação Brasil da Esperança (PT, PC do B e PV) devem apoiar a reeleição do atual prefeito de Várzea Grande, Kalil Baracat (MDB). O alinhamento seria para enfrentar o possível nome do Partido Liberal em Várzea Grande, Flávia Moretti, juntará ao palanque de Kalil.

Em entrevista à TV Vila Real, o ministro afirmou que foi convidado para uma reunião com a presidente nacional da sigla, Gleisi Hoffman para que seja tomada uma decisão final na escolha entre Lúdio Cabral e Rosa Neide para a candidatura em Cuiabá.

“O Lula, com toda sua boa articulação, me disse: “Fávaro, a gente precisa fortalecer o nosso grupo político em Mato Grosso, um Estado eminentemente Bolsonarista, estamos fazendo muita coisa legal por lá. Ele me perguntou de Várzea Grande, eu disse que está bem definida por nós do PSD, o prefeito Kalil é do MDB, nossa base de apoio nacional. Então provavelmente pelo que eu escuto terá apoio da federação”, revelou o ministro, em entrevista à Vila Real.

Acesse nosso canal de notícias no WhatsApp pelo link: FTN BRASIL 

A conversa entre Lula e o ministro ocorreu no dia 8 de janeiro, após a cerimônia Democracia Inabalada, em Brasília, feita em alusão aos ataques registrados em 8 de janeiro de 2023. Na ocasião, Lula teria questionado o andamento das articulações de Fávaro em Mato Grosso.

"Precisa definir o candidato, se é Lúdio, se é Rosa Neide. São bons candidatos. Se comprometeram a chamar a presidente Gleisi Hoffman, o [Valdir] Barranco, que é presidente do partido aqui, e os pré-candidatos para a gente chegar no consenso de quem é o candidato", explicou.

Fávaro voltou a enfatizar que o apoio ao PT atende a um pedido do presidente. "Eu estou ajudando a montar o nosso grupo político nas eleições e tenho muito interesse em Cuiabá. Politicamente um pedido do presidente Lula eu não podia negar de atender. Então vou ajudar a construir essa candidatura da federação junto com o PSD e outros partidos aliados".

Apesar do diretório municipal do PT ter decidido por lançar Lúdio Cabral como pré-candidato a prefeito, a declaração de Fávaro vem apenas para reforçar o discurso do presidente estadual do partido, Valdir Barranco, de que nada está decidido.

Enquanto Lúdio afirma que a nacional irá homologar a decisão do diretório municipal, Barranco tem afirmado à imprensa que nada está decidido e que a nacional pode mudar tudo e não concordar com a votação interna da sigla em Cuiabá.

Na entrevista o ministro também elogiou a atuação de Eduardo Botelho, que chegou a ser convidado a se filiar ao PSD diante da indecisão do governador Mauro Mendes (União Brasil) em oficializar a pré-candidatura de Botelho à Prefeitura de Cuiabá.

"Eu não mudo o meu posicionamento com relação à capacidade do presidente da Assembleia Legislativa, o deputado Eduardo Botelho, de governar Cuiabá. Se ele for candidato e vencer as eleições, tenho certeza que será um grande prefeito para Cuiabá", ressaltou.

Comente esta notícia

Esse est et proident pariatur exercitation