Cuiabá, 21 de Julho de 2024
DÓLAR: R$ 5,60
FTN Brasil | Jornal de Verdade

Polícia Quinta-feira, 25 de Janeiro de 2024, 09:32 - A | A

25 de Janeiro de 2024, 09h:32 A- A+

Polícia / TRÁFICO ILÍCITO EM MT

Trio é preso com três quilos de maconha, porções de cocaína e munições em Alto Taquari

Policiais chegaram ao endereço após denúncia sobre aglomeração e disparos de arma de fogo

ELISA RIBEIRO
DA REDAÇÃO

Três homens foram presos por policiais militares do 2º Pelotão de Alto Taquari, na noite desta segunda-feira (22), suspeitos de formação de quadrilha e tráfico ilícito de drogas. Com o trio, foram apreendidos cerca de três quilos de maconha, 14 porções de cocaína, três munições, dinheiro, um caderno com anotações de vendas de entorpecentes e embalagens para comercialização das drogas. 

Os policiais foram informados de que na Rua Fortunato Rodrigues, esquina com a Rua dos Eucaliptos, local conhecido como ponto de compra e vendas de drogas, havia uma aglomeração, foguetórios e disparo de arma de fogo.

Acesse nosso canal de notícias no WhatsApp pelo link: FTN BRASIL 

Após a denúncia, as equipes se deslocaram até o endereço e flagraram um homem saindo da residência com forte odor de entorpecentes. O suspeito se identificou como entregador de lanches e afirmou ter ido comprar drogas. Em seguida, saiu um segundo suspeito se apresentando como proprietário da casa.

Ao realizarem vistoria no imóvel, os militares identificaram que haviam diversos entorpecentes espalhados entre os cômodos, dinheiro, balança de precisão e embalagens para venda dos produtos ilícitos. As equipes ainda flagraram um terceiro suspeito, que afirmou ter ido à casa jogar video-game.



Os policiais também encontraram um alvará de soltura datado do último dia 18. O documento seria de um outro integrante da quadrilha, que havia sido detido por tráfico de drogas. Durante abordagem, os suspeitos quebraram os aparelhos celulares.

O trio e todo material apreendido foram levados para delegacia para registro do boletim de ocorrência. 

Disque-denúncia

A sociedade pode contribuir com as ações da Polícia Militar de qualquer cidade do Estado, sem precisar se identificar, por meio do 190, ou disque-denúncia 0800.065.3939.

Comente esta notícia

Esse est et proident pariatur exercitation