Cuiabá, 20 de Julho de 2024
DÓLAR: R$ 5,60
FTN Brasil | Jornal de Verdade

Polícia Quinta-feira, 18 de Janeiro de 2024, 17:00 - A | A

18 de Janeiro de 2024, 17h:00 A- A+

Polícia / EM FLAGRANTE

Suspeito de golpes em postos de combustíveis usando cheques clonados é preso em Jaciara

Homem foi detido com dois galões na carroceria de uma caminhonete, quatro folhas de cheques e uma porção de cocaína

ELISA RIBEIRO
DA REDAÇÃO

Policiais militares do 28º Batalhão prenderam em flagrante, na noite desta quarta-feira (17.01), um homem, de 42 anos, suspeito por causar prejuízo de R$ 8,2 mil com a aplicação de golpes em postos de combustíveis, no município de Jaciara (147 km de Cuiabá). As equipes apreenderam quatro cheques clonados, com assinaturas idênticas às originais, uma porção de cocaína e uma caminhonete S-10. 

Conforme o boletim de ocorrência, os militares foram chamados pelo proprietário de um posto de combustível, após o suspeito tentar abastecer o tanque do veículo com um cheque clonado. Ele portava dois tambores na carroceria do veiculo. 

Acesse nosso canal de notícias no WhatsApp pelo link: FTN BRASIL 

O homem foi flagrado e abordado na esquina da Avenida Pajé com a Avenida Piracicaba. À PM, o suspeito confessou a autoria do crime com um cheque no valor de R$ 1.300, em nome de uma empresa de combustível, datado para o dia 4 de janeiro. Ainda de acordo com o registro policial, em datas anteriores, o suspeito tinha comprado dois galões de óleo lubrificante, de 20 litros, e apresentado um cheque clonado de R$ 1.600. 

Os militares entraram em contato com uma das vítimas, que também reconheceu o suspeito de aplicar golpes e afirmou ter sofrido prejuízo de R$ 5,3 mil, após o homem ter abastecido o veículo em novembro de 2023 e em janeiro deste ano. 

Durante buscas no carro do suspeito, os policiais encontraram quatro cheques clonados e uma porção de cocaína. Ele e todo material apreendido foram encaminhados à delegacia.


Disque-denúncia   


A sociedade pode contribuir com as ações da Polícia Militar de qualquer cidade do Estado, sem precisar se identificar, por meio do 190, ou disque-denúncia 0800.065.3939. 

 

Comente esta notícia

Esse est et proident pariatur exercitation