Cuiabá, 22 de Junho de 2024
DÓLAR: R$ 5,43
FTN Brasil | Jornal de Verdade

Polícia Sábado, 01 de Junho de 2024, 11:27 - A | A

01 de Junho de 2024, 11h:27 A- A+

Polícia / DELEGACIA DE JUÍNA

Polícia Civil prende jovem que coagia namorada menor de idade e grávida para se afastar dos pais

Investigações apontam que o suspeito ameaçava a vítima para dizer que estava com ele por vontade própria

DA REDAÇÃO

Um jovem investigado pelos crimes de descumprimento de medidas protetivas e ameaças praticadas contra uma adolescente de 15 anos teve o mandado de prisão cumprido pela Polícia Civil, na manhã desta sexta-feira (31.05), em trabalho investigativo realizado pela equipe policial da Delegacia de Juína (735 km de Cuiabá).

O suspeito de 21 anos, que coagia a menor para ficar com ele, teve a ordem de prisão decretada pela Terceira Vara Criminal de Juína, com base nas investigações da Polícia Civil. O investigado foi localizado em uma fazenda no município de Sapezal, onde teve a ordem judicial cumprida.

As investigações iniciaram após os pais da vítima procurarem a Delegacia de Juína relatando que a filha estava morando com o namorado, contra a vontade deles, e que o suspeito não deixava que os familiares tivessem contato com a adolescente.

Acesse nosso canal de notícias no WhatsApp pelo link: FTN BRASIL 

Ainda segundo informações, a menor estava grávida e não estava realizando os devidos exames de pré-natal. Recentemente, o suspeito deixou que a menor viesse para Juína, ocasião em que ela foi ouvida na delegacia e negou que estivesse sendo ameaçada pelo namorado e que estava com ele por vontade própria.

Porém no decorrer das investigações, foram levantados vários indícios de que o investigado, que já possuía em seu desfavor uma medida protetiva, vinha coagindo a vítima para dizer que não estava sendo ameaçada. Além das ameaças contra a menor, o suspeito também passou a ameaçar os familiares da vítima.

O inquérito policial foi concluído na última quarta-feira (29) com o indiciamento do investigado pelos crimes de descumprimento de medida protetiva e ameaça. No mesmo dia, o suspeito passou por interrogatório on-line, alegando que estava na cidade de Tangará da Serra, ocasião em que negou todos os fatos.

Com a ordem de prisão em mãos, os policiais de Juína foram até a cidade de Tangará da Serra para prender o suspeito, ocasião em que descobriram que ele havia mentido a sua localização e estava na verdade morando em uma fazenda no município de Sapezal. Em continuidade às diligências, os policiais seguiram até a propriedade, onde conseguiram dar efetivo cumprimento ao mandado, sendo posteriormente o suspeito colocado à disposição da Justiça. 

 

Comente esta notícia

NOTÍCIAS DO BRASIL E DO MUNDO