Cuiabá, 24 de Julho de 2024
DÓLAR: R$ 5,66
FTN Brasil | Jornal de Verdade

Polícia Quarta-feira, 03 de Abril de 2024, 16:08 - A | A

03 de Abril de 2024, 16h:08 A- A+

Polícia / EM AÇÃO INTEGRADA

Gefron prende traficantes e apreende 107 tabletes de entorpecentes em região de fronteira de Mato Grosso

Forças de segurança realizavam barreira desde a última segunda-feira (01). A dupla, do Estado do Maranhão, possível destino dos entorpecentes, foi encaminhada à delegacia para registro do B.O e demais providências cabíveis

ELISA RIBEIRO
DA REDAÇÃO

O Grupo Especial de Fronteira (Gefron), em ação integrada com o 10º Comando Regional da Polícia Militar e a Delegacia Especializada de Repressão aos Crimes de Fronteira (Defron) apreendeu 80 tabletes de pasta base, 12 porções da mesma substância e 15 tabletes de cocaína, na MT-322, em São Félix do Araguaia, nesta terça-feira (02),

Na ação, as equipes também prenderam dois homens por tráfico de drogas e ainda recolheram um veículo VW Saveiro e um Renault Duster. 

Acesse nosso canal de notícias no WhatsApp pelo link: FTN BRASIL


De acordo com o boletim de ocorrência, as Forças de Segurança realizavam barreira, em região de fronteira, desde a última segunda-feira (01), para flagrar a entrada de dois veículos com grande carregamento de entorpecentes. 

Durante a operação, policiais militares do município de Espigão do Leste efetuaram abordagem dos dois suspeitos em um trecho da MT-322.

Diante da reação dos suspeitos, que ficaram bastantes apreensivos, as equipes realizaram uma busca veicular e flagraram um compartimento falso na Duster contendo 80 tabletes e 12 porções médias de pasta base, além de 15 tabletes de cocaína. Os suspeitos ainda portavam rádios de comunicação no painel dos carros.

A dupla, do Estado do Maranhão, possível destino dos entorpecentes, foi encaminhada à delegacia para registro do boletim de ocorrência e demais providências cabíveis. 

Disque-denúncia   

A sociedade pode contribuir com as ações da Polícia Militar de qualquer cidade do Estado, sem precisar se identificar, por meio do 190, ou disque-denúncia 0800.065.3939.

Comente esta notícia

Esse est et proident pariatur exercitation