Cuiabá, 20 de Julho de 2024
DÓLAR: R$ 5,60
FTN Brasil | Jornal de Verdade

Geral Sexta-feira, 16 de Fevereiro de 2024, 14:59 - A | A

16 de Fevereiro de 2024, 14h:59 A- A+

Geral / EM CUIABÁ

Secretaria de Saúde recebe mais três mil doses de vacina contra Covid-19 e aguarda mais cinco mil imunizantes

A Secretaria Municipal de Saúde de Cuiabá receberá nesta sexta-feira (16) mais 3 mil doses da vacina Pfizer bivalente contra a COVID-19, destinada a atender à população enquadrada no grupo de risco

DA REDAÇÃO

A Secretaria Municipal de Saúde de Cuiabá receberá nesta sexta-feira (16) mais 3 mil doses da vacina Pfizer bivalente contra a COVID-19, destinada a atender à população enquadrada no grupo de risco.

A remessa de vacinas para o município de Cuiabá é realizada pelo Ministério da Saúde, que envia para o Estado e posteriormente repassa para o município. Anteriormente, a SMS havia solicitado 8 mil doses da vacina. Deste total, 3 mil doses chegarão na sexta-feira, e as demais doses, que totalizam 5 mil, não tiveram prazo de entrega disponibilizado pelo Ministério da Saúde.

A expectativa é que as unidades estejam abastecidas a partir da próxima segunda-feira (19), quando a população pertencente aos grupos prioritários poderá procurar a unidade básica de saúde mais próxima para se vacinar.

Acesse nosso canal de notícias no WhatsApp pelo link: FTN BRASIL

Nos dois primeiros meses de 2024, a Secretaria Municipal de Saúde aplicou, ao todo, 9.100 doses da vacina. Foram 193 doses da Coronavac monovalente, 7.637 doses da Pfizer bivalente, 640 doses da Pfizer baby (menores de 5 anos) e 630 doses da Pfizer pediátrica.

"Também em razão da quantia reduzida de doses enviadas pelo Ministério da Saúde, nós reforçamos a necessidade de vacinação do grupo prioritário, formado por pessoas mais suscetíveis às formas graves da COVID-19", afirmou Renata Godoy, coordenadora técnica de imunização do município.

Grupos prioritários

O Ministério da Saúde também não recomenda mais os esquemas primários de vacinação contra a COVID-19 para pessoas com 5 anos de idade ou mais que não façam parte do grupo prioritário.

Conforme a nova orientação, pessoas com duas doses da vacina são consideradas imunizadas. Aqueles que não receberam a segunda dose podem procurar se vacinar, com intervalo mínimo de 4 semanas desde a última dose.

 

GRUPO PRIORITÁRIO

INTERVALO ENTRE AS DOSES

Pessoas de 60 anos ou mais;

6 meses

Pessoas vivendo em instituições de longa permanência (ILPI e RI), e seus trabalhadores;

Anual

Pessoas imunocomprometidas;

6 meses

Indígenas;

Anual

Ribeirinhos;

Anual

Quilombolas;

Anual

Gestantes e puérperas;

6 meses

Trabalhadores da saúde;

Anual

Pessoas com deficiência permanente;

Anual

Pessoas com comorbidades;

Anual

Pessoas privadas de liberdade (≥ 18 anos);

Anual

Funcionários do sistema de privação de liberdade;

Anual

Adolescentes e jovens cumprindo medidas

socioeducativas;

Anual

Pessoas em situação de rua;

Anual

Comente esta notícia

Esse est et proident pariatur exercitation