Cuiabá, 18 de Junho de 2024
DÓLAR: R$ 5,43
FTN Brasil | Jornal de Verdade

Saúde Sexta-feira, 24 de Maio de 2024, 16:47 - A | A

24 de Maio de 2024, 16h:47 A- A+

Saúde / NEURALINK

“Chorei um pouco”, diz 1º usuário do implante cerebral de Elon Musk

Noland Arbaugh ficou tetraplégico depois de um acidente e conta a experiência de ser o primeiro usuário do implante cerebral Neuralink

BRUNO BUCIS
DO METRÓPOLIS

O jovem Noland Arbaugh, de 30 anos, é a primeira pessoa no mundo a ter o implante Neuralink instalado no cérebro. A tecnologia foi criada por uma das empresas do multibilionário Elon Musk.

Para a instalação, foi cortado um círculo do crânio do jovem e os médicos implantaram uma série de sensores finos dispostos como tentáculos em seu cérebro. Os pesquisadores tentam, a partir dos pensamentos do ex-atleta, identificar quais são os comandos que ele gostaria de realizar em um computador.

O chip cerebral foi colocado em 28 de janeiro, mas a identidade do paciente foi revelada apenas na última semana, em celebração aos 100 dias do procedimento. Desde então, Noland concedeu várias entrevistas.

Acesse nosso canal de notícias no WhatsApp pelo link: FTN BRASIL

Nas conversas, o jovem admitiu que teve dificuldades com o equipamento. Cerca de 85% dos sensores que conectavam o dispositivo ao cérebro dele foram descolados, o que diminuiu as possibilidades de interação com o computador e a velocidade de execução.

“Pensei que tinha funcionado por um mês e que minha jornada com o Neurolink estava chegando ao fim. Eu chorei um pouco, imaginei que eles continuariam coletando alguns dados, mas que passariam para o próximo paciente”, contou ele em entrevista à Bloomberg.

 

Noland tem uma lesão da medula espinhal em decorrência de um acidente durante um mergulho — por causa do incidente, ele não pode mover o corpo do pescoço para baixo.

Reprodução/InstagramFoto mostra jovem Noland Arbaugh, de 30 anos, foi o primeiro usuário do implante cerebral neuralink, uma tecnologia criada por uma das empresas do multibilionário Elon Musk.
Noland Arbaugh ficou tetraplégico depois de um acidente durante um mergulho

Os engenheiros fizeram ajustes nos sensores, mas não cogitam fazer uma nova cirurgia para substituir o implante colocado inicialmente. “Eu gostaria de fazer um upgrade. Espero que eles me coloquem na lista de prioridades”, completou Noland.

Em entrevista ao The New York Times, ele garantiu que a experiência de usar o Neuralink tem sido extremamente gratificante. “Acredito que é uma jornada longa e estou muito animado para continuar e mostrar o quão incrível é a tecnologia”, contou ele.

 

O que é o implante cerebral da Neuralink?

Desde 2016, Elon Musk trabalha na elaboração de um mecanismo capaz de fazer a ponte entre o cérebro humano e o computador.

A ferramenta é colocada em uma região que controla a intenção de movimento, interpreta a vontade do usuário e consegue funcionar como um mouse sem toque.

No futuro, a empresa imagina que o dispositivo poderá ser conectado a uma espécie de exoesqueleto para devolver parte dos movimentos do corpo ao usuário.

 

Comente esta notícia

NOTÍCIAS DO BRASIL E DO MUNDO