Cuiabá, 20 de Julho de 2024
DÓLAR: R$ 5,60
FTN Brasil | Jornal de Verdade

Política e Eleições Sexta-feira, 02 de Fevereiro de 2024, 16:48 - A | A

02 de Fevereiro de 2024, 16h:48 A- A+

Política e Eleições / PROGRAMA SEDUC

Programa de educação tecnológica e robótica do Governo de MT chega às escolas do campo

As unidades localizadas em Água Boa, Terra Nova do Norte, Mirassol D’Oeste e Confressa passarão a ter aulas de robótica

PAULA VALÉRIA
DA REDAÇÃO

No ano letivo 2024, foram contempladas quatro escolas da rede estadual de ensino que funcionam na modalidade educação no campo e parassão a aulas do programa de educação tecnológica e robótica educacional. O objetivo do programa implementado pela Secretaria de Estado de Educação (Seduc-MT) é ampliar de 202 para 404 escolas com atividades de robótica educacional.

As escolas estaduais contempladas foram: Jaraguá, localizada na Agrovila Central, em Água Boa; Terra Nova, na Décima Agrovila, em Terra Nova do Norte; João de Campos Widal, em Mirassol D´Oeste, e Antônio Alves Dias, em Confresa.

De acordo com o secretário de Estado de Educação, Alan Porto, nos anos de 2022 a 2023, o investimento foi de R$ 60 milhões e que os recursos para ampliação do programa neste ano estão assegurados. Ele destacou que nas quatro unidades serão 782 estudantes que passarão a contar com a ferramenta pedagógica. 

Acesse nosso canal de notícias no WhatsApp pelo link: FTN BRASIL

“Estamos impactando a vida dos estudantes com o uso da tecnologia em sala de aula como ferramenta que potencializa o aprendizado. Além da robótica, temos as plataformas digitais, conectividade nas escolas, Smart TV em sala de aula, cultura Makerspace, entre outros recursos”, disse o secretário.

Ele reforçou que as aulas de robótica nas escolas da rede são alinhadas à Base Nacional Comum Curricular (BNCC), estimulam o pensamento computacional e aprimoram habilidades e competências importantes para desenvolvimento humano e tecnológico. Um dos principais diferenciais utilizados nas aulas de robótica é a Cultura Maker.

“Os estudantes constroem robôs a partir de kits e dividem diferentes funções para realizar tarefas práticas, favorecendo o pensamento computacional e inúmeras habilidades organizacionais, socioemocionais, cognitivas, comportamentais e de comunicação, enriquecendo o processo de aprendizagem”, disse. 

Como parte do plano de desenvolvimento, os educadores envolvidos participam de uma ampla certificação que os prepara para a vivência das aulas de robóticas. O projeto também conta com orientadores educacionais, especialistas em robótica, que acompanham os professores ao longo do ano letivo.


Comente esta notícia

Esse est et proident pariatur exercitation