Cuiabá, 20 de Julho de 2024
DÓLAR: R$ 5,60
FTN Brasil | Jornal de Verdade

Política e Eleições Segunda-feira, 29 de Janeiro de 2024, 17:26 - A | A

29 de Janeiro de 2024, 17h:26 A- A+

Política e Eleições / SER FAMILIA MULHER

Primeira-dama anuncia criação da Superintendência de Política da Mulher nesta terça-feira (30)

A iniciativa para a criação da superintendência resultou de uma articulação liderada pela primeira-dama do Estado, após uma reunião realizada em dezembro, com a participação da deputada federal Gisela Simona

ELISA RIBEIRO
DA REDAÇÃO

A primeira-dama de Mato Grosso, Virginia Mendes, anunciará, nesta terça-feira (30), a criação da Superintendência de Políticas Públicas para as Mulheres – SER Família Mulher.

O anúncio será feito durante reunião da Câmara Temática de Defesa da Mulher, às 14 horas, e após, Virginia concederá entrevista coletiva, na Sala de Reunião Garcia Neto. A superintendência irá substituir o Núcleo Estadual de Políticas para Mulheres (NEPOM), órgão anteriormente vinculado à Secretaria Adjunta de Direitos Humanos.

Acesse nosso canal de notícias no WhatsApp pelo link: FTN BRASIL 

A iniciativa para a criação da superintendência resultou de uma articulação liderada pela primeira-dama do Estado, após uma reunião realizada em dezembro no gabinete da Unidade de Ações Sociais Atenção à Família (Unaf), com a participação da deputada federal Gisela Simona; o secretário da SESP, Cel. Cesar Roveri; a secretária da Setasc, Grasielle Bugalho; o secretário-chefe da Casa Civil, Fábio Garcia; deputado estadual Beto Dois a Um; a diretora-geral da Polícia Judiciária Civil (PJC), Daniela Maidel; a delegada Jannira Laranjeira; a assessora Mônica Camolezi; a assessora especial da Setasc Marimax Comazze;  o secretário de Estado de Planejamento e Gestão, Basílio Bezerra, o secretário adjunto de Inteligência da Sesp, Valter Furtado e do diretor geral – adjunto Rodrigo Bastos da PJC, Rodrigo Bastos.

Além da Superintendência de Políticas Públicas para as Mulheres – SER Família Mulher, Virginia Mendes também é responsável por articular a criação da Coordenadoria de Enfrentamento à Violência Contra a Mulher e Vulneráveis na Polícia Judiciária Civil (PJC), conforme estabelecido pela Lei Complementar nº 787/24, publicada no Diário Oficial no início deste ano.

Crédito - Assessoria/Unaf

SER FAMILIA MULHER

 

 

Comente esta notícia

Esse est et proident pariatur exercitation