Cuiabá, 12 de Junho de 2024
DÓLAR: R$ 5,40
FTN Brasil | Jornal de Verdade

Política e Eleições Segunda-feira, 03 de Junho de 2024, 08:10 - A | A

03 de Junho de 2024, 08h:10 A- A+

Política e Eleições / RECONSTRUÇÃO DO RS

Ministro Pimenta visita cidades afetadas pelas enchentes no Vale do Taquari neste domingo

Comitiva do Governo Federal percorreu os municípios de Muçum, Arroio do Meio e Lajeado, no Vale do Taquari e escuta principais demandas da região pelo restabelecimento

PAULA VALÉRIA
DA REDAÇÃO

Neste domingo (2) o ministro da Secretaria Extraordinária de Apoio à Reconstrução do Rio Grande do Sul, Paulo Pimenta, visitou o Vale do Taquari para atender às principais demandas locais da região, fortemente atingida pelas fortes chuvas. A comitiva do Governo Federal, composta também pelo secretário executivo Maneco Hassen e pelo secretário nacional de Proteção e Defesa Civil, Wolnei Wolff, visitaram os municípios de Muçum, Arroio do Meio e Lajeado.

Na cidade de Muçum (RS), a comitiva se reuniu com lideranças locais e com a população das áreas mais impactados, para ouvir as solicitações mais urgentes. 

“Estamos vendo com a Defesa Civil como o governo pode ajudar também na parte de infraestrutura”, adiantou Pimenta que, direto de Muçum, falou sobre visita com veículos de imprensa. Em seguida, na parte da tarde, a comitiva segue para Arroio do Meio, almoça na cozinha solidária do Movimento dos Atingidos por Barragens (MAB), visita abrigos e atravessa para Lajeado, pela passadeira do Exército. A partir daí, o ministro visita a Ponte de Ferro e embarca para Porto Alegre. 

O ministro reforçou que o Governo Federal está empenhado em garantir a reconstrução da infraestrutura no estado gaúcho. As ações incluem reconstrução e aquisição de moradias, abertura de novas seleções do Minha Casa, Minha Vida (MCMV) e leilão de quase duas mil unidades habitacionais pela Caixa e pelo Banco do Brasil, em um diálogo constante entre a União, bancos, imobiliárias e construtoras.

O ministro também falou sobre a Medida Provisória assinada pelo presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva, para financiar empresas em locais impactados por calamidades públicas. Foram anunciadas três novas linhas de financiamento que somam R$ 15 bilhões do Fundo Social, em apoio às empresas do estado (incluindo as de grande porte).

Acesse nosso canal de notícias no WhatsApp pelo link: FTN BRASIL 

“São algumas linhas de crédito que, somadas, envolvem recursos na ordem de 15 bilhões de reais. No caso dos investimentos para a compra de equipamentos, nós estamos trabalhando com uma carência de dois anos e um prazo de dez anos para pagamento com juros zero”, destacou o ministro. “Temos também uma linha de crédito para a área da construção civil, dos imóveis que foram destruídos. E temos também uma linha para a capital de giro. Todas elas com juros negativos, com juros abaixo da inflação, com carências grandes e com grande prazo para pagamento”.

Nos próximos dias, a comitiva segue em agenda pelo estado. Nesta segunda-feira (3), as equipes técnicas farão o diagnóstico da situação da estrutura da pista e do aeroporto Salgado Filho, em Porto Alegre.

"Temos uma agenda na parte da tarde voltada para a área da saúde, na região metropolitana, que é a ampliação dos leitos do grupo hospitalar Conceição, que é uma ação muito importante e emergencial dessa semana, porque vários hospitais que atendem pelo SUS estão com a sua capacidade de atendimento comprometida na região metropolitana", concluiu Paulo Pimenta.

 

Comente esta notícia

NOTÍCIAS DO BRASIL E DO MUNDO