Cuiabá, 21 de Julho de 2024
DÓLAR: R$ 5,60
FTN Brasil | Jornal de Verdade

Política e Eleições Segunda-feira, 08 de Abril de 2024, 08:00 - A | A

08 de Abril de 2024, 08h:00 A- A+

Política e Eleições / INVESTIMENTO DE R$ 500 MI

Governo de MT constrói dois hospitais e reforma unidades para modernizar e melhorar a saúde em Cuiabá

Entre os grandes investimentos realizados pelo Governo em Cuiabá, está a construção do Hospital Central, executada pela Secretaria de Estado de Saúde

PAULA VALÉRIA
DA REDAÇÃO

Visando atender a demanda crescente da população por serviços de saúde de qualidade em Cuiabá, o Governo de Mato Grosso, desde então, está investindo cerca de R$ 500 milhões em construções, reformas e modernizações de unidades estaduais de saúde na Capital. No montante, estão obras que atendem todo o estado através dos serviços oferecidos pelo Sistema Único de Saúde (SUS). 

Entre os grandes investimentos realizados pelo Governo de Mato Grosso em Cuiabá, representando um marco na saúde pública do estado, está a construção do Hospital Central, executada pela Secretaria de Estado de Saúde (SES-MT).O Hospital Central contará com estrutura moderna e equipamentos de última geração, além de oferecer atendimento em diversas especialidades médicas.

Com um investimento previsto em R$ 215,3 milhões para a execução da obra, o projeto, que ficou paralisado por 34 anos, foi retomado e ampliado de 9 mil m² para 32 mil m², aproveitando a construção já existente no terreno.  A nova unidade contará com 290 leitos, dos quais 60 leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) e 230 leitos de enfermaria, voltados para o atendimento de toda a população mato-grossense. Além disso, o novo projeto para a unidade prevê 10 salas cirúrgicas.

A unidade terá capacidade para oferecer 1.990 internações, 652 cirurgias, 3.000 consultas especializadas e 1.400 exames por mês. Dentre as especialidades previstas para o Hospital Central estão Cardiologia, Neurologia, Vascular, Ortopedia, Otorrinolaringologia, Urologia, Ginecologia, Infectologia e Cirurgia Geral. A obra está 95% executada e a expectativa de entrega é para 2025.

O secretário de Estado de Saúde, Gilberto Figueiredo, explicou que o investimento em saúde é uma prioridade da atual gestão. “Antes da gestão do governador Mauro Mendes, Cuiabá sequer tinha um hospital estadual na nossa capital. Em 2019, nós abrimos o Hospital Estadual Santa Casa e agora construímos não apenas um, mas dois grandes hospitais em Cuiabá: o Hospital Central, construído pela SES, e o Hospital Júlio Muller, construído pela Sinfra”, ponderou o gestor.

O novo Hospital Universitário Júlio Muller terá 58,3 mil metros quadrados de área construída e é edificado por meio de um convênio entre o Governo do Estado e a Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT). Na obra, é previsto um investimento total de R$ 221,1 milhões, sendo R$ 111,5 milhões a contrapartida do Estado, por meio da Secretaria de Estado de Infraestrutura e Logística (Sinfra-MT).

Saúde de qualidade 

Entre as obras entregues pela atual gestão em Cuiabá, está a do Hospital Estadual Santa Casa. A unidade foi totalmente readequada pelo Governo de Mato Grosso que, em maio de 2019, requisitou a estrutura do hospital – até então filantrópico – e passou a gerir a unidade. Na unidade, foram investidos cerca de R$ 48 milhões em obras até o momento. O prédio é centenário e demanda por muitos procedimentos de manutenção.

Para a moradora de Rondonópolis, Isadora Borges, de 35 anos, e seu filho, Luiz Henrique de 7, o atendimento ofertado pelo Hospital Estadual Santa Casa é completo. “Além do suporte estrutural oferecido pelo hospital, nós tivemos muito apoio dos profissionais que trabalham na unidade. Em nenhum momento o hospital deixou a desejar, muito pelo contrário, tem ajudado diariamente a salvar vidas”, declarou.

Segundo a mãe, os investimentos feitos pelo Governo do Estado na unidade resultam no atendimento de milhares de pacientes de todo o estado de Mato Grosso, uma ‘’ação fundamental’’, como classificou.

Para a jovem Franciane Ferreira, de 37 anos, mãe do paciente Christian Ferreira, de 14, o hospital ajuda muitas crianças que precisam de assistência em saúde. “Eu acredito que investir em saúde é essencial, e investir no atendimento infantil é acolher a família desses pacientes. O Hospital Estadual Santa Casa consegue me dar todo o suporte necessário que eu sempre busquei em outros lugares e nunca tive”, afirmou.

Obras em andamento

Com investimentos de R$ 64,7 milhões e 70% de obra executada, o Centro Logístico de Abastecimento e Distribuição deverá ser implementado na capital até o segundo semestre de 2025. Direcionado à Assistência Farmacêutica, a unidade oferecerá um espaço mais moderno e amplo para o armazenamento de medicamentos e compostos a serem distribuídos aos municípios do Estado.

O novo espaço que sediará o MT Hemocentro e o Centro Estadual de Referência de Média e Alta Complexidades (Cermac-MT) tem previsão de entrega para o primeiro semestre de 2025. A obra, que tem o investimento total de R$ 29 milhões, deverá receber e atender os pacientes de todo o estado em um ambiente moderno e com equipamentos novos.

Com o objetivo de acolher e dar suporte à população trans, o Governo de Mato Grosso também investe na implantação do Ambulatório Trans, sediado junto ao Cermac, que ofertará um atendimento integral em saúde para esse público. O valor do investimento é de R$ 900 mil.

Acesse nosso canal de notícias no WhatsApp pelo link: FTN BRASIL

Com um investimento de R$ 33,7 milhões, a SES também está reformando e ampliando o Hospital Adauto Botelho. A obra está 39% executada e deve ser finalizada no segundo semestre de 2024.

O Governo do Estado também está construindo uma nova sede definitiva para o Laboratório Central de Saúde Pública do Mato Grosso (Lacen), que já conta com 95% da obra executada. O investimento é de R$ 16,3 milhões em obras, que devem ser concluídas e entregues já em 2024. Atualmente, o Lacen funciona em uma estrutura adaptada às necessidades da unidade; na obra de readequação do prédio, foram investidos R$ 3 milhões.

A Escola de Saúde Pública de Mato Grosso também está passando por intervenções na infraestrutura. Estimada em aproximadamente R$ 17 milhões, a reforma do local, que já está 83% executada, prevê a troca de cobertura e revestimentos existentes, adaptação dos banheiros, cozinha, modificação dos espaços internos e da fachada. A modernização ocorre por etapas, tendo a previsão de conclusão para o segundo semestre de 2024.

Além de todos esses investimentos, a sede da secretaria está sendo totalmente reformada e modernizada, com a primeira etapa do projeto prevista para ser entregue no primeiro semestre de 2024. Até o momento, já foram investidos R$ 10 milhões na reforma da estrutura.

Obras entregues

A Central de Imunobiológicos da SES, conhecida como Central da Rede de Frio, também passou por reforma e modernização entre fevereiro e agosto de 2021. O local recebeu um investimento de cerca de R$ 5 milhões, que possibilitou a ampliação do espaço físico em aproximadamente mil metros quadrados de estrutura. A unidade armazena imunobiológicos e insumos que são distribuídos para os 141 municípios do Estado.

Com objetivo de oferecer um ambiente mais moderno aos pacientes do Lar Doce Lar, a SES investiu R$ 3 milhões, entre abril de 2019 e fevereiro de 2022, e realizou adequações e reparos no local. A unidade é mantida pelo Estado e é ligada ao Centro Integrado de Assistência Psicossocial (Ciaps) Adauto Botelho.

O Lar Doce Lar atua como residência para 17 pessoas em regime de abandono, advindas de abrigos ou orfanatos. Os pacientes necessitam de cuidados 24 horas e são acompanhados por equipes multidisciplinares, nos moldes do Sistema Único de Saúde (SUS).

O Governo do Estado também investe em outros serviços de saúde mental em Mato Grosso. Com um aporte financeiro de R$ 1,4 milhão, a Secretaria reformou e modernizou o Ciaps Adauto Botelho Álcool e Drogas.

Já em maio de 2023, a gestão finalizou e entregou a sede do Centro de Atenção Psicossocial Infanto-juvenil (Capsi), em Cuiabá. A reforma e modernização do local teve investimentos de R$ 2,5 milhões; a unidade oferta atendimento especializado em saúde mental para crianças e adolescentes.

Entre os meses de outubro de 2019 e maio de 2020, a pasta realizou reparos, adequações e modernizações avaliados em R$ 250 mil no Centro Estadual de Odontologia para Pacientes Especiais (Ceope). A unidade conta com cinco consultórios odontológicos e uma equipe multiprofissional composta por cirurgião-dentista, assistente social, enfermeiro, fisioterapeuta, técnico em saúde bucal e técnico de enfermagem.

Em agosto de 2023, o Governo de Mato Grosso entregou a reforma de modernização do prédio da Superintendência de Vigilância em Saúde, localizada em Cuiabá e ligada à SES. A estrutura recebeu investimentos de R$ 10,4 milhões para poder proporcionar um ambiente moderno e confortável aos servidores da unidade.

A Farmácia Estadual do Componente Especializado, conhecida popularmente como “Farmácia de Alto Custo”, também recebeu investimentos de infraestrutura através de uma grande reforma em 2023. Foram investidos cerca de R$ 3,3 milhões na estrutura, localizada em Cuiabá.

Comente esta notícia

Esse est et proident pariatur exercitation