Cuiabá, 24 de Julho de 2024
DÓLAR: R$ 5,66
FTN Brasil | Jornal de Verdade

Política e Eleições Sábado, 03 de Fevereiro de 2024, 08:20 - A | A

03 de Fevereiro de 2024, 08h:20 A- A+

Política e Eleições / 92% CONCLUÍDO

Governador de MT vistoria obras e afirma que Hospital Central “vai dar orgulho” à população

Novo projeto foi feito com a consultoria do Hospital Albert Einstein e tem um investimento do Governo do Estado de R$ 184,5 milhões

PAULA VALÉRIA
DA REDAÇÃO

Nesta sexta-feira (2), o governador de Mato Grosso, Mauro Mendes, realizou a vistoria das obras do Hospital Central de Alta Complexidade, em Cuiabá. As obras ficaram abandonadas por mais de 30 anos e foram retomadas em 2020. Com um investimento de R$ 184,5 milhões do Governo do Estado, a parte física do hospital já está 92% executada e tem previsão de ser entregue ainda este ano. 

“Há poucos anos, essa obra representava uma vergonha para Mato Grosso. Hoje, está com um bom andamento e caminhando para o final. Será um grande benefício para a população, com muita tecnologia, equipamentos modernos, ótima infraestrutura e bons profissionais de saúde. Nós vamos melhorar muito a qualidade da saúde. Será um orgulho para todo o Estado”, afirmou o governador. 

A nova unidade terá capacidade para oferecer cerca de 2 mil internações, 652 cirurgias, 3 mil consultas especializadas e 1,4 mil exames por mês. O novo projeto ainda prevê 10 salas cirúrgicas, 60 leitos da Unidade de Terapia Intensiva (UTI) e 230 leitos de enfermaria e também

Acesse nosso canal de notícias no WhatsApp pelo link: FTN BRASIL

Em continuidade as vistorias, o governador visitou as obras do Centro Logístico de Abastecimento e Distribuição (Celad), que vai armazenar medicamentos, materiais hospitalares e equipamentos a serem distribuídos aos municípios do Estado. 

Durante a vistoria no Celad, o secretário de Saúde, Gilberto Figueiredo, destacou que o local irá otimizar a logística de insumos não somente da saúde, mas também de outras áreas do Estado. “Temos diversos ambientes que atendem as demais secretarias espalhadas pela cidade. Então o governador nos pediu para estendermos a capacidade do local para atender a Seduc, Seplag e Sefaz”, explicou. 

O secretário também informou que a obra está avançando conforme o cronograma estabelecido. "Já está 70% concluída e deve ser entregue em julho”. vai dispor de outros 290 leitos voltados para o atendimento de toda a população mato-grossense.

Também estiveram na vistoria o secretário-chefe da Casa Civil, Fábio Garcia, a secretaria de Comunicação, Laice Souza, e a equipe técnica da Secretaria de Estado de Saúde (SES). 

Duas obras serão entregues neste ano

Executadas pela Secretaria de Estado de Saúde (SES-MT) em Cuiabá, as obras do Hospital Central e do Centro Logístico de Abastecimento e Distribuição (Celad),  serão entregues em 2024 à população.

O Hospital Central, cujas obras ficaram 34 anos paralisadas, já está 92% executado. A parte antiga do prédio tinha 9 mil m² e foi ampliada em 23 mil m²; o atual projeto totaliza 32 mil m² de área construída. É previsto o investimento total de R$ 215,3 milhões na execução da obra, que deve ser concluída ainda em 2024; os atendimentos devem iniciar em 2025.

A unidade terá capacidade para oferecer 1.990 internações, 652 cirurgias, 3.000 consultas especializadas e 1.400 exames por mês. O novo projeto prevê 10 salas cirúrgicas, 60 leitos da Unidade de Terapia Intensiva (UTI), 230 leitos de enfermaria e estrutura física para a realização de exames de imagem. Além disso, a unidade de alta complexidade vai dispor um total de 290 leitos voltados para o atendimento de toda a população de Mato Grosso.

Já a obra do Centro Logístico de Abastecimento e Distribuição (Celad) também está acelerada, com 73% de execução, e receberá o investimento total de aproximadamente R$ 64,7 milhões. Ligada à Assistência Farmacêutica, a unidade oferecerá um espaço mais moderno e amplo para o armazenamento de medicamentos e compostos a serem distribuídos aos munícipios do Estado. O local também irá atender as demandas logísticas de diversas secretarias do Estado. 

Comente esta notícia

Esse est et proident pariatur exercitation