Cuiabá, 21 de Julho de 2024
DÓLAR: R$ 5,60
FTN Brasil | Jornal de Verdade

Política e Eleições Quarta-feira, 24 de Janeiro de 2024, 14:13 - A | A

24 de Janeiro de 2024, 14h:13 A- A+

Política e Eleições / SUBSÍDIOS SER FAMÍLIA

Famílias assinam contrato para compra de apartamento do programa SER Família Habitação do Governo

As moradias fazem parte do programa SER Família Habitação, idealizado pela primeira-dama do Estado, Virginia Mendes, e executado pelo Governo de Mato Grosso.

PAULA VALÉRIA
DA REDAÇÃO

Mostrando o comprometimento do Governo de Mato Grosso em proporcionar habitação acessível para as famílias mato-grossense. As primeiras 70 famílias do Condomínio Cidade Bela, no município de Nova Mutum, foram beneficiadas, recebendo subsídios do programa "SER Família" do Governo de MT, canalizados através da MT Participações e Projetos S/A (MT Par), no valor de R$ 15 mil, para facilitar o financiamento da entrada. Já as moradias fazem parte do programa "SER Família Habitação', idealizado pela primeira-dama do Estado, Virginia Mendes, e executado pelo Governo de Mato Grosso.

A  famílias assinaram dos contratos que representa um passo importante na concretização desse projeto habitacional, garantindo a posse do imóvel assim que a obra estiver concluída. As famílias também receberam R$ 15 mil do Governo do Estado, por meio da MT Participações e Projetos S/A (MT Par), para financiar a entrada, além de benefícios da prefeitura e do programa federal Minha Casa, Minha Vida. 

Com os primeiros acordos fechados, a empresa contratada já deu início às obras, que tem previsão de entrega em até dois anos. Ao todo, o condomínio Cidade Bela terá 256 apartamentos, de 44 metros quadrados. 

A primeira-dama Virginia Mendes destacou que o programa, além de garantir moradia às famílias, vai trazer prosperidade para toda a região.

“O SER Família Habitação é mais que um programa, ele simboliza a dignidade das famílias mato-grossenses que ainda não têm casa própria. Além da moradia, é uma mola propulsora na economia do nosso Estado, beneficiando o comércio local e garantindo a geração de emprego e renda, e esse é o verdadeiro papel do social. Que Deus abençoe cada família que já deu o primeiro passo para garantir o seu lar”, afirmou.

Acesse nosso canal de notícias no WhatsApp pelo link: FTN BRASIL 

O programa na modalidade entrada facilitada vai atingir um grupo de trabalhadores que possui renda, querem pagar pelo imóvel, mas não conseguem juntar dinheiro suficiente para dar a entrada, de acordo com o presidente da MT Par, Wener dos Santos.

“São famílias que vão sair do aluguel e, em algumas cidades, ter a chance de ter uma casa ou apartamento, com prestações abaixo do valor de mercado e em parcelas acessíveis”, pontuou. 

A dona de casa Adriana Alecrim da Silva, que mora em um cômodo nos fundos da casa da sogra, que faleceu no mês passado, conseguiu isenção na entrada. “Veio em uma boa hora. Nós vivemos com o dinheiro do trabalho do meu marido, que é auxiliar em uma granja e não temos condições de pagar um aluguel aqui em Nova Mutum”, relatou.

Outra contemplada é a doméstica Maria Aparecida Ferreira Damasceno, que mora em uma casa alugada com o marido e dois filhos. Ela chegou a se inscrever em outros programas de casas populares, ao longo dos 17 anos que vive em Nova Mutum. "Não conseguia me enquadrar nos critérios de uma família carente e também não tinha recursos para financiar. Ficava numa faixa econômica que podia pagar uma prestação, mas não conseguia juntar dinheiro suficiente para dar uma entrada", contou.

Os interessados em se inscrever nos residenciais ofertados pelo programa devem se cadastrar no site do Sistema Habitacional de Mato Grosso.

 

 

 
 

Comente esta notícia

Esse est et proident pariatur exercitation