Cuiabá, 12 de Junho de 2024
DÓLAR: R$ 5,40
FTN Brasil | Jornal de Verdade

Política e Eleições Segunda-feira, 10 de Junho de 2024, 17:33 - A | A

10 de Junho de 2024, 17h:33 A- A+

Política e Eleições / ESCUTA ATIVA

Direitos Humanos realiza Força-Tarefa com grupo de migrantes após catástrofe no Rio Grande do Sul

A equipe ouviu demandas de cerca de quarenta lideranças migrantes e refugiadas, da Venezuela e do Haiti

ELISA RIBEIRO
DA REDAÇÃO

A equipe do Ministério dos Direitos Humanos e da Cidadania (MDHC), presente no Rio Grande do Sul, após a catástrofe ambiental na região, ouviu, na última semana, demandas de migrantes e refugiados, alojados em abrigos de Porto Alegre. Na ocasião, os representantes do MDHC fizeram um trabalho de acolhimento das demandas.

Deliberado pelo Fórum Nacional de Migrantes, Refugiadas e Apátridas (Fomigra) e realizado em parceria com a Ouvidoria Nacional dos Direitos Humanos e a Coordenação Geral de Migrantes e Refugiados, a reunião teve como objetivo proporcionar um espaço de escuta ativa com cerca de quarenta lideranças migrantes, principalmente, venezuelanos e haitianos.

Acesse nosso canal de notícias no WhatsApp pelo linkFTN BRASIL 

Durante a roda de conversa, que ocorreu no Centro Vida Humanístico, foram compartilhados relatos que revelaram as dificuldades enfrentadas no dia a dia dos abrigos. Entre as queixas, destacou-se a preocupação com a segurança dos locais e o acesso aos direitos que a população migrante tem direito.

Outra demanda apresentada foi sobre a falta de autonomia dos migrantes, que muitas vezes não têm a liberdade de cozinhar e inserir elementos de sua cultura e nacionalidade em suas refeições. Os participantes ainda relataram casos de xenofobia vivenciados no local, tanto por funcionários do abrigo e da Organização da Sociedade Civil (OSC) responsável pela gestão do espaço, quanto pelos próprios alojados.

 

Comente esta notícia

NOTÍCIAS DO BRASIL E DO MUNDO