Cuiabá, 22 de Junho de 2024
DÓLAR: R$ 5,43
FTN Brasil | Jornal de Verdade

Política e Eleições Quarta-feira, 29 de Maio de 2024, 13:45 - A | A

29 de Maio de 2024, 13h:45 A- A+

Política e Eleições / "VITÓRIA DO POVO"

Com orientação do deputado Coronel Assis, União Brasil participa de forma decisiva da derrubada de veto ao fim das saidinhas

A participação do deputado federal Coronel Assis foi decisiva para que o União Brasil orientasse pelo voto favorável à derrubada dos vetos do presidente Luiz Inácio Lula da Silva

PAULA VALÉRIA
DA REDAÇÃO

A noite desta terça-feira (28) foi um marco importante para o Brasil, com duas decisões no Congresso Nacional pelo voto favorável à derrubada dos vetos do presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) às leis que proíbem a saidinha e a proibição de financiamento público de cirurgias para mudança de sexo em crianças e adolescentes. A participação do deputado federal Coronel Assis (União-MT) foi decisiva para que o União Brasil orientasse pelo voto favorável.

No plenário, o parlamentar falou em nome do partido e orientou pela derrubada do veto às saidinhas, votando “não” aos vetos e ainda apontou a importância de se combater a impunidade, algo que, segundo o deputado, tem sido incentivado com esse tipo de benefício.

“A derrubada desses vetos é essencial para construirmos integridade em nossa pátria. O fim das saidinhas, que o Congresso tinha aprovado e que o desgoverno federal, em um aceno claro para a bandidagem, vetou, agora derrubamos, porque não é possível que vamos continuar a manter tantos benefícios para criminosos e colocar nossa sociedade em risco”, defende o deputado federal Coronel Assis.

Acesse nosso canal de notícias no WhatsApp pelo link: FTN BRASIL 

Com a derrubada do veto das saidinhas, permanece na legislação a possibilidade de saída temporária para frequentar curso profissionalizante, estudar ensino médio ou superior. Nas regras modificadas pelo Congresso, os presos poderiam sair por sete dias, cinco vezes por ano.

Quanto à Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO), o Congresso Nacional derrubou 28 vetos presidenciais, entre os quais o que queria retirar do texto de lei a proibição de destinar recursos orçamentários para financiar cirurgias em crianças para mudança de sexo.

Comente esta notícia

NOTÍCIAS DO BRASIL E DO MUNDO