Cuiabá, 22 de Junho de 2024
DÓLAR: R$ 5,43
FTN Brasil | Jornal de Verdade

Internacional Quarta-feira, 15 de Maio de 2024, 10:11 - A | A

15 de Maio de 2024, 10h:11 A- A+

Internacional /

Governo de Portugal quer ampliar sanções contra Rússia

Nova coalizão de centro-direita busca limitar comércio de gás natural russo

SÉRGIO GONÇALVES
DA REUTERS

O novo governo de Portugal busca ampliar as sanções europeias contra a Rússia por conta da invasão à Ucrânia, afirmou nesta quarta-feira (15) a ministra de meio ambiente e energia, Maria da Graça Carvalho. O governo minoritário de centro-direita assumiu o poder no mês passado, após uma vitória apertada na eleição de março que levou ao fim dos oito anos de gestão do Partido Socialista. 

O próximo pacote de sanções da Comissão Europeia deve, pela primeira vez, focar nas restrições ao gás natural russo, segundo documentos obtidos pela Reuters. 

Acesse nosso canal de notícias no WhatsApp pelo link: FTN BRASIL 

A medida não levaria ao banimento direto da importação de gás natural russo ao bloco europeu, mas impediria o abastecimento de navios para envio do produto a países de fora da União Europeia.

“Em geral, o governo português está alinhado com as políticas energéticas da União Europeia, especialmente com as medidas para garantir nossa soberania estratégica, desde que elas sejam favoráveis ao endurecimento das sanções”, afirmou a ministra Graça Carvalho. 

Ela se recusou a comentar especificamente a versão preliminar do pacote de sanções que ainda precisa ser formalizado pela Comissão e, então, aprovado por todos os estados-membros em uma sessão plenária. 

 

Comente esta notícia

NOTÍCIAS DO BRASIL E DO MUNDO