Cuiabá, 21 de Junho de 2024
DÓLAR: R$ 5,45
FTN Brasil | Jornal de Verdade

Internacional Quarta-feira, 29 de Maio de 2024, 12:27 - A | A

29 de Maio de 2024, 12h:27 A- A+

Internacional /

Bilionários planejam nova viagem de submersível aos destroços do Titanic

Informação vem à tona quase um ano após fracasso de operação com submersível Titan, da empresa OceanGate, que deixou cinco mortos

TIAGO TORTELA
DA CNN

Quase um ano após a operação fracassada do submersível Titan, da OceanGate, uma dupla de bilionários quer usar um submersível para visitar os destroços do Titanic.

Um dos homens em questão é Larry Connor, um investidor imobiliário de Ohio que esteve na Fossa das Marianas e na Estação Espacial Internacional.

“Quero mostrar às pessoas em todo o mundo que, embora o oceano seja extremamente poderoso, ele pode ser maravilhoso e agradável e realmente mudar vidas se você fizer isso da maneira certa”, disse Connor em entrevista ao Wall Street Journal.

Acesse nosso canal de notícias no WhatsApp pelo link: FTN BRASIL

O CEO e co-fundador da Triton Submarines, Patrick Lahey, acompanharia Connor nessa jornada. A empresa foi fundada em 2008 e realizou diversas outras explorações marítimas, inclusive ao próprio Titanic.

De acordo com a companhia, a primeira gravação em 4K do naufrágio, “filmada na primeira descida tripulada aos destroços em mais de 14 anos, foi gravada com um submersível Triton”.

Poucos dias depois da implosão do Titan, Connor telefonou para Lahey, conforme relatou o empresário ao Wall Street Journal.

“Tínhamos um cliente, um homem maravilhoso. Ele me ligou e disse: ‘Sabe, o que precisamos fazer é construir um submarino que possa mergulhar [profundidades no nível do Titanic] repetidamente e com segurança e demonstrar ao mundo que vocês podem fazer isso, e que Titan foi uma engenhoca”, pontuou Patrick Lahey.

O submersível que seria utilizado nessa nova tentativa é o Triton 4000/2 Abyssal Explorer, informou o WSJ.

Segundo informações no site da empresa, ele consegue alcançar uma profundidade de 4 mil metros — os destroços do Titanic estão localizados a 3.800 metros abaixo do nível do mar.

“Patrick vem pensando e projetando isso há mais de uma década. Mas não tínhamos os materiais e a tecnologia. Você não poderia ter construído este submersível há cinco anos”, destacou Connor ao WSJ.

Não foi divulgada data para que nova tentativa de chegar aos destroços do Titanic ocorra.

Relembre a implosão do Titan

Em 18 de junho de 2023, o submersível Titan, da empresa OceanGate, desapareceu no Oceano Atlântico durante uma expedição até os destroços do Titanic.

Ele levava o empresário britânico Hamish Harding; o mergulhador Paul-Henri Nargeolet; o empresário paquistanês Shahzada Dawood e seu filho, Sulaiman Dawood; e o CEO e fundador da OceanGate, Stockton Rush.

O submarino da operadora de turismo OceanGate desapareceu no último domingo (18) depois de uma expedição aos destroços do Titanic, na costa de St John’s, Newfoundland, no Canadá. Destroços da embarcação foram encontrados na quinta-feira (22). As cinco pessoas que estavam a bordo morreram (veja na sequência).

Crédito: OceanGate

 

O caso tomou conta das manchetes mundiais, sendo também um dos assuntos mais comentados nas redes sociais à época, se não o mais comentado.

Pessoas ao redor do mundo ficaram aflitas conforme os dias passavam e o prazo para que o oxigênio na cabine acabasse.

Entretanto, no dia 22 de junho de 2023, a guarda costeira dos Estados Unidos confirmou a morte de todos os passageiros, após os destroços serem encontrados, indicando uma implosão.

 

 

Comente esta notícia

NOTÍCIAS DO BRASIL E DO MUNDO