Cuiabá, 18 de Julho de 2024
DÓLAR: R$ 5,57
FTN Brasil | Jornal de Verdade

Geral Sexta-feira, 15 de Março de 2024, 08:09 - A | A

15 de Março de 2024, 08h:09 A- A+

Geral / GOIÁS COMBATE À DENGUE

Saúde de Goiás entrega material a municípios e reforça ações de combate à dengue

Secretaria da Saúde entregou nesta quinta (14) para serem usados nas atividades de visitas domiciliares e conscientização da população e assistência às pessoas com sintomas da doença

PAULA VALÉRIA
DA REDAÇÃO

A Secretaria de Estado da Saúde (SES) de Goiás entregou nesta quinta-feira (14) kits com camisetas, coletes e material educativo a quatro municípios para o combate às arboviroses, em especial a dengue. O material será usado para reforçar as atividades de visitas domiciliares, manejo ambiental, conscientização da população e assistência às pessoas com sintomas característicos da doença.

O repasse do material foi feito aos secretários municipais de Saúde das cidades de: São Luís de Montes Belos, Anápolis, Valparaíso de Goiás e Itumbiara, que representaram 30 municípios goianos, que têm registrado bom desempenho nas ações de combate às arboviroses.

O subsecretário de Vigilância e Atenção Integral à Saúde da SES, Luciano de Moura Carvalho, afirma que estes municípios estão atendendo à solicitação do governo estadual de instalar os Gabinetes de Combate à Dengue e de repassar diariamente as informações ao Gabinete Central, na sede da SES.

Acesse nosso canal de notícias no WhatsApp pelo link: FTN BRASIL

Aumento de casos e de internações em Goiás

Até o momento foram instalados em todo o estado 191 Gabinetes de Combate à Dengue.

O subsecretário lembra que ainda não é momento de baixar a guarda. Ele explica que o aumento de casos de dengue está relacionado ao avanço de internações em todo o estado.

Luciano Carvalho informa que a média diária de pacientes internados, nas unidades próprias e contratualizadas pela SES, saltou de 10 em janeiro, para 40 em fevereiro. Em março, a média é de 60 pacientes internados por dia.

Luciano de Moura explica que a rede hospitalar está preparada para receber os pacientes graves, mas ressalta a necessidade das pessoas com sintomas característicos de dengue se hidratarem em casa e procurarem atendimento o mais rápido possível nas unidades básicas de saúde.

Comente esta notícia

Esse est et proident pariatur exercitation