Cuiabá, 12 de Julho de 2024
DÓLAR: R$ 5,43
FTN Brasil | Jornal de Verdade

Geral Quinta-feira, 18 de Janeiro de 2024, 08:00 - A | A

18 de Janeiro de 2024, 08h:00 A- A+

Geral / BLOQUEIO NO PORTÃO DO INFERNO

"Motoristas estão cobrando o triplo no valor do frete para entregar produtos em Chapada", declara o prefeito Froner

Na última segunda-feira (15), o prefeito de Chapada dos Guimarães revelou que em decorrência dos bloqueios na MT-251, na região do Portão do Inferno, as empresas que fazem frete de alimentos e água estão cobrando mais caro para entregarem

PAULA VALÉRIA
DA REDAÇÃO

Nesta última segunda-feira (15), o prefeito de Chapada dos Guimarães, Osmar Froner (MDB), revelou a imprensa que, em decorrência dos bloqueios na Estrada de Chapada, na MT-251, na região do Portão do Inferno, as empresas que fazem frete de produtos básicos, como alimentos e água, estão cobrando até três vezes mais para entregarem no município.

“Todo o abastecimento está sendo feito pelo acesso de Campo Verde, que é 220 quilômetros. Hoje a distância de Chapada a Cuiabá é 65 quilômetros, três vezes mais. As pessoas que fazem frete estão cobrando três vezes mais no frete. Isso encarece a mercadoria, tanto daquelas que são destinadas a Chapada, quanto aqueles produtos produzidos em Chapada, como água”, explicou Froner.

O prefeito também afirmou que houve uma redução de 50% na ocupação das pousadas na cidade, além de uma diminuição no acesso aos restaurantes, pequenas lanchonetes e fluxo de guias turísticos.

Acesse nosso canal de notícias no WhatsApp pelo link: FTN BRASIL

A expectativa é que com as festividades de Carnaval chegando, o cenário seja alterado, comprometendo a movimentação e a economia local em Chapada, que é um dos destinos favoritos dos turistas da Baixada Cuiabana nesse período do ano. A polícia estará em plantão, acompanhando a comunidade, para garantir a segurança das pessoas que vão celebrar o Carnaval em Chapada, bem como a segurança daqueles que irão e voltarão pela MT-251.

“Nós vamos acompanhar de plantão, junto à comunidade, para a gente permitir que as pessoas tenham segurança de ir a Chapada, tenham segurança de festejar o Carnaval, mas também a segurança de ir e voltar pela MT-251”, concluiu.

 

Comente esta notícia

Esse est et proident pariatur exercitation