Cuiabá, 12 de Julho de 2024
DÓLAR: R$ 5,43
FTN Brasil | Jornal de Verdade

Geral Quinta-feira, 18 de Janeiro de 2024, 08:03 - A | A

18 de Janeiro de 2024, 08h:03 A- A+

Geral / 600 MIL EXAMES

Levantamento do Detran aponta que Mato Grosso do Sul ganhou 38 mil novos motoristas no último ano

Dados do Detran de Mato Grosso do Sul revelam um aumento de 7% no comparativo com 2022

DA REDAÇÃO

No último ano, 38 mil conquistaram a tão sonhada CNH (Carteira Nacional de Habilitação) em Mato Grosso do Sul. Os dados do Detran–MS (Departamento Estadual de Mato Grosso do Sul) revelam um aumento de 7% no comparativo com 2022.

Os municípios que registraram maior índice de novos motoristas no período são: Caracol (179%), Aral Moreira (87%), Tacuru (86%), Jaraguari (68%), Rochedo e Batayporã (49%). No caminho inverso, a cidades sul-mato-grossenses que apresentaram queda, estão: Taquarussu (59%), Ladário (35%), Pedro Gomes (25%), Japorã (29%) e Sete Quedas (28%).

De acordo com o Detran em Números, Mato Grosso do Sul conta com 1,3 milhão de pessoas habilitadas. Deste universo, 44,53% possuem CNH na categoria AB.

Recorde de exames

Em 2023 o Detran-MS realizou mais de 600 mil exames. Dados da Diretoria de Habilitação, indicam que foram 127 mil exames práticos no período, sendo 17,7 mil só no mês de dezembro. “O resultado dos mutirões e ampliação de vagas aos sábados e feriados, foram números recordes na realização de exames práticos, superando em 13% o resultado do ano anterior”, diz trecho de relatório da Gerência de Exames de Habilitação.

A alta é justificada pela ampliação de vagas que tinha como objetivo oportunizar a conclusão dos processos de primeira habilitação represados da pandemia (2019-2022) que iriam expirar no último dia de dezembro. Porém, cinco dias antes do prazo acabar, o Contran (Conselho Nacional de Trânsito) publicou nova prorrogação, válida para todos os brasileiros com processo ativo até 31 de dezembro de 2023.

Acesse nosso canal de notícias no WhatsApp pelo link: FTN BRASIL

Motorista profissional

O ano passado também registrou aumento de 13% nos pedidos de inclusão da observação “Exerce Atividade Remunerada” na CNH (Carteira Nacional de Habilitação) que saltou de 44.214 em 2022, para 51.250. Na categoria AB, aumentou a emissão de CNH com EAR em 36%, seguida de 24% na B, 9% na AC, e 8% nas categorias D e AE.

A gerente de Exames de Habilitação, Lina Zeinab, vai além e observa uma mudança nos últimos anos. “Até o ano de 2021 a maioria das CNHs emitidas com EAR eram para categorias de veículos pesados (C, D e E), este cenário começa a mudar em 2022, se intensificando no ano passado, onde o maior volume passou a ser de motoristas da categoria AB. Podemos atribuir essa mudança de comportamento a intensificação do transporte por aplicativo”.

Para incluir EAR na CNH o condutor deve acessar www.meudetran.ms.gov.br no campo Habilitação escolher a opção CNH Ágil, seguida de Renovação (Capital ou interior), depois vai aparecer  a mensagem “gostaria de renovar sua CNH, e mora/reside na CAPITAL?” com as opções “Renovação Normal” ou “Renovação EAR”.

Mesmo que o condutor ainda tenha validade na CNH, para realizar a inclusão EAR, será necessário abrir uma nova solicitação, e fazer todo o processo de renovação, como captura de imagem, avaliação psicológica e exame médico. O custo médio da emissão de nova CNH com EAR é de R$ 545,00.

Comente esta notícia

Esse est et proident pariatur exercitation