Cuiabá, 18 de Julho de 2024
DÓLAR: R$ 5,54
FTN Brasil | Jornal de Verdade

Geral Segunda-feira, 29 de Janeiro de 2024, 11:22 - A | A

29 de Janeiro de 2024, 11h:22 A- A+

Geral / A PARTIR DE FEVEREIRO

Exército brasileiro libera que policiais militares tenham até cinco fuzis para uso pessoal

Nova Portaria inclui também bombeiros e funcionários da Abin e do Gabinete de Segurança Institucional

PAULA VALÉRIA
DA REDAÇÃO

Através da nova Portaria n° 167 - de 22 de janeiro de 2024, publicada no Diário Oficial da União na última terça-feira (24), o Exército brasileiro liberou para policiais militares, bombeiros, funcionários da Agência Brasileira de Inteligência (Abin) e do Gabinete de Segurança Institucional (GSI) que poderão ter até seis armas, sendo permitido cinco de uso restrito, como por exemplo os fuzis. Os registros e autorizações serão concedidos pelo Exército.

Conforme a Portaria n° 167 - de 22 de janeiro de 2024:

- No Art. 1º - Ficam aprovadas as Normas para Aquisição, Registro, Cadastro e Transferência de Armas e fogo e a Aquisição de Munições, Insumos, Acessórios e outros produtos controlados de competência do Comando do Exército.
- No Art. 2º - Fica determinado que a Diretoria de Fiscalização de Produtos Controlados adotará, em sua área de competência, as medidas decorrentes.
- Art. 3º - Fica revogada a Portaria nº 136-COLOG, de 08 de novembro de 2019.
- Art. 4º-  Esta portaria entra em vigor em 1º de fevereiro de 2024.

Acesse nosso canal de notícias no WhatsApp pelo link: FTN BRASIL 

Ainda segunda o texto, também poderão comprar 600 munições por arma anualmente. A regulamentação é semelhante à estabelecida para os militares que poderão ter 6 armas, sendo 5 de uso restrito.

A portaria do Exército com a PF (Polícia Federal) estabeleceu que as armas restritas são as que os disparos não liberam uma energia cinética superior a 1.750 joules. Por exemplo, os fuzis AR-15, da fabricante Colt, e o T4, da empresa Taurus.

Acompanhe na íntegra a Portaria do Exército

Comente esta notícia

Esse est et proident pariatur exercitation