Cuiabá, 20 de Julho de 2024
DÓLAR: R$ 5,60
FTN Brasil | Jornal de Verdade

Geral Quinta-feira, 18 de Abril de 2024, 08:46 - A | A

18 de Abril de 2024, 08h:46 A- A+

Geral / INTERCULTURALIDADE

Escolas estaduais de Goiás receberão material voltado à temática dos povos originários

O material é composto por um conjunto de oito obras artísticas e um plano de aula desenvolvido pelo professor indígena José Alecrim, do Centro de Estudo e Pesquisa Ciranda da Arte da Seduc/GO

PAULA VALÉRIA
DA REDAÇÃO

Ações do Governo de Goiás, através da Secretaria de Estado da Educação de Goiás (Seduc-GO) buscam oportunizar diálogos inclusivos nos ambientes de ensino, fomentando a interculturalidade. Alcançar uma Educação que potencialize a desconstrução de estereótipos e o combate ao preconceito é um dos objetivos da Seduc.

Com base nesse direcionamento, no Abril Indígena, a secretaria fará a distribuição do kit arte/educativo “Perfis Originários – Coleção mês dos povos indígenas” para as escolas da rede estadual. O material formativo já foi encaminhado às Coordenações Regionais de Educação (CREs) para a distribuição em todas as unidades do Estado.

O material é composto por um conjunto de oito obras artísticas e um plano de aula desenvolvido pelo professor indígena José Alecrim, do Centro de Estudo e Pesquisa Ciranda da Arte da Seduc/GO. O kit traz perguntas norteadoras para os professores trabalharem com os alunos, de forma a dialogar sobre as temáticas indígenas.

A ideia é estimular os estudantes da rede estadual a desenvolverem trabalhos artísticos, seja em desenhos ou outras manifestações visuais, como texto, pintura, recorte, colagem ou outras mídias que os educadores conduzirem. Ao final, há um exercício de expografia, ou seja, como podem transformar espaços de sua escola em painéis ou museus para visualização coletiva e espaço de conversa.

Acesse nosso canal de notícias no WhatsApp pelo link: FTN BRASIL

“O objetivo é poder trabalhar essa temática no decorrer de todo o ano letivo, e não somente no mês de abril, expandindo assim, o projeto e, consequentemente, a reflexão em torno de questões indígenas em sala de aula”, explica a gerente de Arte e Educação da Seduc-GO, Luz Marina de Alcântara.

Kit digital

Na versão digital do kit, cada obra traz aspectos da diversidade cultural indígena, juntamente com uma videoaula explicativa localizada ao lado do quadro, podendo também ser acessada pelo QR Code abaixo da obra. Essas aulas podem auxiliar o educador em suas atividades, na composição dos planos de aula e na exibição em sala.

População indígena em Goiás

O censo de 2022 do IBGE mostrou que, em Goiás, vivem 19.522 indígenas. Deste número, 344 estão nos três territórios de Aldeia (Tapuia do Carretão, Iny-Karajá e Avá-Canoeiro).

O atendimento na rede pública estadual é feito na Escola Estadual Indígena Cacique José Borges (Terra Indígena Carretão – Rubiataba e Nova América); no Colégio Estadual Indígena Maurehi (Aldeia Buridina – Aruanã); e na Escola Estadual Indígena Avá-Canoeiro (Terra Indígena Avá-Canoeiro, Minaçu).

Comente esta notícia

Esse est et proident pariatur exercitation