Cuiabá, 14 de Julho de 2024
DÓLAR: R$ 5,43
FTN Brasil | Jornal de Verdade

Entretenimento Terça-feira, 09 de Julho de 2024, 10:24 - A | A

09 de Julho de 2024, 10h:24 A- A+

Entretenimento /

Microtraição: veja como gestos “sutis” podem minar confiança do casal

Curtir fotos nas redes sociais, retribuir um flerte ou conversar com um ex escondido podem ser considerados um tipo de traição. Entenda!

HELENA MANDARINO
DO METRÓPOLES

Você já ouviu falar em microtraição? O conceito, que vem sendo debatido nas redes sociais, levanta várias discussões sobre o que, de fato, está relacionado à infidelidade. A microtraição envolve ações ou comportamentos do parceiro que fazem você questionar o comprometimento emocional ou físico da pessoa no relacionamento.

Foi-se o tempo em que encontrar manchas de batom, cheiro de outros perfumes nas roupas, achar um acessório perdido no carro ou um bilhete no bolso eram indícios de que o parceiro ou parceira estava ‘pulando a cerca’. Com o avanço das redes sociais, uma nova forma de traição surgiu.

“A influência das redes sociais ampliou significativamente o conceito de microtraição, uma vez que facilita interações com indivíduos de todo o mundo, possibilitando conversas e flertes ocultos que escapam à atenção do parceiro na relação”, comenta a psicóloga e neuropsicóloga Juliana Gebrim.

A microtraição pode ser qualquer ato ou comportamento de alguém em um relacionamento que indica o envolvimento emocional ou físico com uma terceira pessoa. “Muitas vezes, curtir e comentar postagens antigas de alguém nas redes sociais pode se tornar uma forma sutil de flerte on-line, um comportamento que ocorre sem que o parceiro perceba. Além disso, ocultar ou até mesmo apagar mensagens com o intuito de evitar descobertas também são práticas que podem revelar uma microtraição nas interações digitais”, acrescenta Gebrim.

Acesse nosso canal de notícias no WhatsApp pelo linkFTN BRASIL

Apesar disso, a psicóloga e sexóloga Alessandra Araújo aponta que as redes sociais também oferecem oportunidades para transparência e comunicação aberta, se usadas de maneira consciente e respeitosa. Casais podem estabelecer juntos quais são as fronteiras e expectativas em relação ao uso das redes sociais, o que pode ajudar a evitar mal-entendidos e conflitos. 

Indicativos de infidelidade

Como o próprio nome explica, a microtraição tem a ver com aquelas pequenas coisas que alguém pode pensar que não são tão ruins, mas podem ser. Mas aí surge um dilema, que cada vez mais casais se veem: como definir o que é traição? E realmente pode haver algo como “traindo, mas só um pouco”?

Alessandra acrescenta que a chave para lidar com as microtraições nas redes sociais reside na confiança mútua, no respeito pelas fronteiras estabelecidas e na comunicação aberta. “É importante reconhecer que as redes sociais são apenas uma extensão do mundo off-line e que os princípios fundamentais de confiança, respeito e compromisso continuam sendo essenciais para a saúde e a durabilidade dos relacionamentos modernos.”

A microtraição geralmente é mais associada a aspectos emocionais e comportamentais do que a aspectos físicos. Envolve principalmente a quebra de confiança ou a transgressão de limites emocionais estabelecidos no relacionamento.

“Refere-se a comportamentos discretos e sutis que insinuam deslealdade emocional ou física dentro de um relacionamento já estabelecido, sem atingir o nível de uma traição explícita”, acrescenta Juliana Gebrim.

Varia entre casais

microtraição pode ter aspectos emocionais, como desenvolver uma conexão emocional íntima com outra pessoa fora do relacionamento, mas não é necessariamente caracterizada por uma infidelidade física. O foco está mais nas interações e nos comportamentos que podem minar a confiança e a intimidade emocional entre os parceiros.

No entanto, é importante notar que os limites e percepções de microtraição podem variar entre casais e dependem das expectativas individuais dentro do relacionamento. “Alguns podem considerar determinados comportamentos como microtraição, enquanto outros podem não ver da mesma forma. A comunicação aberta e honesta sobre expectativas e limites pode ajudar a evitar mal-entendidos e conflitos relacionados a esse tema sensível”, comenta a sexóloga.

 

Exemplos comuns de microtraições

  • Mentiras e omissões: esconder informações ou distorcer a verdade, mesmo sobre assuntos pequenos, pode minar a confiança no relacionamento.

  • Falta de transparência: não comunicar atividades ou interações significativas com outras pessoas pode fazer com que o parceiro se sinta excluído ou desconfiado.

  • Comportamento inapropriado: isso pode variar desde flertar com outras pessoas até manter interações emocionais íntimas com alguém fora do relacionamento.

  • Priorização inadequada: dar mais atenção, tempo ou esforço a outra pessoa em detrimento do parceiro pode ser percebido como uma microtraição emocional.

  • Comparação negativa: fazer comparações desfavoráveis com o parceiro atual em relação a outras pessoas pode ser prejudicial para a autoestima e para a confiança mútua.

“Embora cada relacionamento tenha suas próprias fronteiras e definições de confiança, é importante estar ciente desses comportamentos e como podem afetar a dinâmica do casal. A comunicação aberta e honesta sobre expectativas e limites pode ajudar a evitar mal-entendidos e fortalecer a conexão emocional entre os parceiros”, acrescenta Alessandra Araújo, psicóloga e sexóloga.

Traição x microtraição

E sim, há uma diferença significativa entre microtraição e traição, embora ambos os conceitos estejam relacionados à quebra de confiança dentro de um relacionamento.

A microtraição refere-se a comportamentos sutis e, muitas vezes, não explícitos que podem ser percebidos como violações dos limites emocionais ou comportamentais estabelecidos no relacionamento. Essas ações podem gerar desconforto, insegurança ou mal-entendidos no relacionamento, mas geralmente não envolvem uma infidelidade física direta.

Já a traição, por outro lado, é mais amplamente definida como uma quebra séria de confiança e compromisso em um relacionamento. Pode incluir envolvimento físico ou emocional intenso com outra pessoa além do parceiro, frequentemente acompanhado de mentiras, enganos ou omissões deliberadas. A traição pode ser devastadora para o relacionamento devido à violação clara dos votos de exclusividade e lealdade.

Enquanto a microtraição pode ser vista como um precursor ou um sintoma de problemas mais profundos no relacionamento, a traição representa uma ruptura mais grave que geralmente requer um processo de reconstrução da confiança e da intimidade, se o relacionamento for continuar.

 

Comente esta notícia

Esse est et proident pariatur exercitation