Cuiabá, 17 de Julho de 2024
DÓLAR: R$ 5,49
FTN Brasil | Jornal de Verdade

Destaque Quinta-feira, 21 de Março de 2024, 12:11 - A | A

21 de Março de 2024, 12h:11 A- A+

Destaque / DESTAQUE NACIONAL

Cuiabá é a cidade com a maior média de investimento para a universalização da rede de esgoto, aponta Trata Brasil 2024

Segundo o levantamento, Cuiabá foi a única capital que ultrapassou o patamar estabelecido pelo PLANSAB, enquanto São Paulo (SP) e Natal (RN) se aproximaram, mas todas as demais capitais apresentaram investimentos por habitante inferiores aos R$ 231,09

ELISA RIBEIRO
DA REDAÇÃO

No âmbito nacional, em termos de investimentos anuais médios necessários para a universalização da rede de esgoto, de acordo com estimativas do Plano Nacional de Saneamento Básico (PLANSAB), Cuiabá se destaca como a capital que mais investiu, alcançando R$ 472,42 por habitante. Os dados foram divulgados pelo Instituto Trata Brasil 2024 nesta quarta-feira (20).

Segundo o levantamento, Cuiabá foi a única capital que ultrapassou o patamar estabelecido pelo PLANSAB, enquanto São Paulo (SP) e Natal (RN) se aproximaram, mas todas as demais capitais apresentaram investimentos por habitante inferiores aos R$ 231,09. Para a elaboração do ranking, foram considerados indicadores do Sistema Nacional de Informações sobre Saneamento (SNIS).

Acesse nosso canal de notícias no WhatsApp pelo link: FTN BRASIL

O compromisso da gestão Emanuel Pinheiro mais uma vez se destaca nacionalmente. Por outras duas vezes em 2023, a capital foi reconhecida e premiada graças à aplicação de recursos na expansão da rede de água e saneamento básico.

Atualmente, Cuiabá conta com uma cobertura de 88% da rede de esgoto, conforme os dados mais recentes da concessionária Águas Cuiabá. Com a expansão da rede sanitária e o tratamento do esgoto, mais de 13 toneladas de esgoto in natura por dia deixam de ser despejadas no rio Cuiabá, contribuindo para a preservação da água, um dos recursos hídricos mais importantes do estado e do Pantanal mato-grossense.

"O progresso de Cuiabá no setor de saneamento básico é resultado de uma combinação de fatores, como a gestão eficaz dos recursos hídricos, a instalação de novas redes de coleta e tratamento de esgoto, e a conscientização da população sobre a relevância do saneamento. O compromisso da administração municipal é continuar investindo e aprimorando as políticas públicas de saneamento, atendendo às necessidades crescentes da cidade e promovendo um desenvolvimento mais sustentável, de forma equilibrada e responsável", declarou o prefeito.

A pesquisa também apresenta um cenário descritivo da evolução dos investimentos em saneamento básico nas capitais. Em 2018, segundo ano da gestão Emanuel Pinheiro, o investimento era de R$ 268,94. Já o ranking 2024, aponta média de R$ 472,42.

Comente esta notícia

Esse est et proident pariatur exercitation