Cuiabá, 20 de Julho de 2024
DÓLAR: R$ 5,60
FTN Brasil | Jornal de Verdade

Política e Eleições Sexta-feira, 23 de Fevereiro de 2024, 08:00 - A | A

23 de Fevereiro de 2024, 08h:00 A- A+

Política e Eleições / EM BRASÍLIA

Presidente da Alego e Geraldo Alckmin discutem sobre construção do anel rodoviário da Região Metropolitana de Goiânia

Com objetivo de reivindicar a construção do anel viário da Região Metropolitana, o presidente da Assembleia Legislativa, deputado Bruno Peixoto, se reuniu nesta quinta-feira (22), com o vice-presidente Geraldo Alckmin

PAULA VALÉRIA
DA REDAÇÃO

Buscando reivindicar a concretização de um anseio antigo dos goianienses. O presidente da Assembleia Legislativa de Goiás (Alego), deputado Bruno Peixoto (UB), reuniu-se com o vice-presidente da República, Geraldo Alckmin (PSB), em Brasília, na tarde desta quinta-feira (22) . O chefe do Legislativo viajou para reivindicar, junto ao governo federal, a construção do anel rodoviário da Região Metropolitana de Goiânia. 

Há anos, a obra é vista como essencial para desafogar o trânsito da Capital e das cidades localizadas nos seus arredores. Com isso, contribuirá significativamente para a mobilidade urbana, reduzir os congestionamentos, além de promover o desenvolvimento econômico e a criação de empregos na região, que abriga mais de 2,5 milhões de habitantes.

Alckmin, que também é atual ministro do Desenvolvimento, Indústria, Comércio e Serviços, comprometeu-se a apoiar uma obra de infraestrutura que visa melhorar o trânsito na capital e nas cidades vizinhas.

Acesse nosso canal de notícias no WhatsApp pelo link: FTN BRASIL

O aval do ministro resultará na inclusão da obra no orçamento do Novo Programa de Aceleração do Crescimento (PAC).

“Essa é uma obra importantíssima. O crescimento populacional atrelado ao desenvolvimento urbano demanda, cada dia mais, por obras que possam garantir mais agilidade no trânsito e qualidade de vida à população”, comentou o presidente do Legislativo, ao deixar a reunião com o vice-presidente.

O Ministério da Infraestrutura abriu, nesta semana, consulta pública para o processo de concessão de mais de 2,5 mil km de rodovias federais. Do total, está prevista a construção de 39 km do contorno em Goiânia para tirar o tráfego pesado de veículos no trecho urbano da BR-153. O projeto do ministério também prevê a construção de 20 km de faixa adicional na pista duplicada da BR-153 em Goiânia. Essas obras, porém, ainda devem levar um tempo para se tornar realidade. A expectativa é que o edital seja lançado apenas no terceiro trimestre de 2024. Para viabilizar o investimento privado, haverá financiamento do BNDES.

Novo PAC

Em setembro do ano passado, o presidente do Legislativo recebeu a visita dos ministros da Casa Civil, Rui Costa, e de Empreendedorismo, da Microempresa e da Empresa de Pequeno Porte, Márcio França, juntamente com o governador Ronaldo Caiado, para apresentar as obras prioritárias que receberão investimentos bilionários destinados ao Estado. O Novo PAC prevê um total superior a R$ 1 trilhão em investimentos, com foco na geração de emprego e renda, redução de desigualdades sociais e aceleração do crescimento econômico.

Para além do anel viário, também constam como obras prioritárias para Goiás a construção do Hospital do Câncer, o BRT ligando as cidades do entorno a Brasília e a construção de mais de oito mil moradias pelo Programa Minha Casa, Minha Vida. Além disso, o programa contempla investimentos em urbanização de favelas, abastecimento de água, esgotamento sanitário, mobilidade urbana, prevenção a desastres naturais, unidades básicas de saúde, escolas, ônibus escolares, centros de artes e esportes unificados, patrimônio histórico e espaços esportivos comunitários.

Comente esta notícia

Esse est et proident pariatur exercitation