Cuiabá, 22 de Junho de 2024
DÓLAR: R$ 5,43
FTN Brasil | Jornal de Verdade

Polícia Sexta-feira, 10 de Maio de 2024, 14:04 - A | A

10 de Maio de 2024, 14h:04 A- A+

Polícia / CRUELDADE SEM FIM

Seis pessoas são presas pela Polícia Civil por suspeita de estupro em abrigos no RS

Segundo a Polícia Civil, que investiga os casos, um dos crimes teria ocorrido em Viamão, município do interior gaúcho. O suspeito foi preso preventivamente pelo crime de estupro de vulnerável

ELISA RIBEIRO
DA REDAÇÃO

Em meio à tragédia que assola o Rio Grande do Sul, seis pessoas foram presas por suspeita de cometerem crimes sexuais em abrigos para vítimas das enchentes. As prisões foram confirmadas nesta quinta-feira (09), pelo delegado Sandro Caron, secretário estadual da Segurança Pública. Confira o posicionamento do governador Eduardo Leite (PSDB) sobre o assunto.

 

Segundo a Polícia Civil, que investiga os casos, um dos crimes teria ocorrido em Viamão, município do interior gaúcho. O suspeito foi preso preventivamente pelo crime de estupro de vulnerável.

Acesse nosso canal de notícias no WhatsApp pelo link: FTN BRASIL 

O governador Eduardo Leite (PSDB) disse à imprensa, que há suspeita de envolvimento de parentes das vítimas nos casos investigados.

 

"O que observamos são justamente casos que, em princípio, lamentavelmente, envolvem familiares das crianças, o que sinaliza a possibilidade desses abusos já acontecerem anteriormente, e a situação nos abrigos tenha escancarado isso e dado a oportunidade de ação do poder público", afirmou o governador durante entrevista coletiva.

Leite assegurou que todas as providências estão sendo tomadas e que solicitou à Secretaria de Justiça, Cidadania e Direitos Humanos que verifique a possibilidade de abertura de abrigos especiais para mulheres e jovens em situação de vulnerabilidade ou que necessitem "especial cuidado".

Na mesma entrevista, o secretário estadual da Segurança Pública disse que as forças de segurança terão foco direcionado aos abrigos, e que "em alguns deles temos permanentemente integrantes da Brigada Militar e Polícia Civil".

Comente esta notícia

NOTÍCIAS DO BRASIL E DO MUNDO