Cuiabá, 21 de Junho de 2024
DÓLAR: R$ 5,45
FTN Brasil | Jornal de Verdade

Polícia Quinta-feira, 16 de Maio de 2024, 17:11 - A | A

16 de Maio de 2024, 17h:11 A- A+

Polícia / OPERAÇÃO "STATUS" - 7º FASE

Polícia Civil resgata vítima que seria executada por grupo criminoso; Integrantes são presos

Vítima foi levada para um milharal onde foi encontrada ajoelhada no momento em que seria executada

ELISA RIBEIRO
DA REDAÇÃO

A Polícia Civil, por meio da Delegacia de Tangará da Serra (239 km a médio-norte de Cuiabá), deflagrou no final da tarde de quarta-feira (15), a 7ª fase da Operação Status Quo, com foco no combate ao tráfico de drogas e atuação de facções criminosas no município.

A ação resultou no resgate de uma mulher que seria assassinada por membros de uma facção criminosa atuante no município. Três criminosos foram presos pelos crimes sequestro, tentativa de homicídio (contra a vítima e contra os policiais) e organização criminosa. Uma quarta pessoa, marido da vítima, também foi autuada em flagrante por tráfico de drogas.

Acesse nosso canal de notícias no WhatsApp pelo link: FTN BRASIL 

A operação integra os trabalhos da Operação Erga Omnes, deflagrada pela Diretoria da Polícia Civil de Mato Grosso para o combate à atuação de facções criminosas em todo estado. 



As diligências iniciaram logo que a equipe de policiais da Delegacia de Tangará da Serra recebeu a denúncia de que a vítima havia sido sequestrada e levada para uma lavoura de milho, próximo ao bairro Alto da Boa Vista.

De posse das informações de inteligência, os investigadores iniciaram as diligências, chegando direto ao local onde estavam membros da facção criminosa, e encontrando a vítima sob a mira de armas de fogo. A vítima estava ajoelhada no chão, rodeada por homens, minutos antes de ser executada.

Ao perceber a chegada da equipe da Polícia Civil, os criminosos efetuaram diversos disparos de arma de fogo contra os policiais, que revidaram a injusta agressão, dando início a uma troca de tiros. Diante da situação, os suspeitos fugiram a pé por uma lavoura de milho, abandonando a vítima e dois veículos (VW Polo hatch prata e VW Polo sedan preto) que utilizavam.


Em continuidade às diligências, os investigadores adentraram o milharal e conseguiram capturar um dos criminosos e apreender um revólver, calibre 38, com cinco munições, utilizado na ação criminosa. Alguns metros à frente, policiais militares encontraram mais um dos envolvidos, que estava ferido na perna, em razão do confronto com os policiais.

Ainda durante as buscas pelos suspeitos, foram levantadas novas informações pelo Núcleo de Inteligência da Delegacia Regional de Tangará da Serra, que resultou na prisão do terceiro criminoso que já estava em casa. Com ele, os policiais apreenderam grande quantidade de droga embalada para venda.

Com o prosseguimento das investigações, a equipe da Polícia Civil seguiu para a casa da vítima, onde foram apreendidas 218 porções de cocaína, resultando na prisão em flagrante do esposo da vítima, que também estava com mandado de prisão em aberto.


Todos os suspeitos, sendo três criminosos envolvidos no sequestro, tentativa de homicídio e organização criminosa da mulher e o esposo da vítima, flagrado em situação de tráfico de drogas, foram conduzidos à Delegacia de Tangará da Serra, onde após serem interrogados pelo delegado Igor Sasaki, foram autuados em flagrante pelos crimes praticados.

O delegado representou pela prisão preventiva dos suspeitos, além da extração de dados de aparelho celular e notebook e pelo sequestro de valores dos suspeitos de praticarem os crimes. “Foi uma ação rápida e eficiente da Polícia Civil, que não só impediu mais um homicídio, resgatando a vítima, no momento em que seria executada, como também prendeu em flagrante os criminosos envolvidos no bárbaro crime que seria praticado”, disse o delegado.  



 

Comente esta notícia

NOTÍCIAS DO BRASIL E DO MUNDO