Cuiabá, 22 de Junho de 2024
DÓLAR: R$ 5,43
FTN Brasil | Jornal de Verdade

Polícia Quinta-feira, 30 de Maio de 2024, 09:15 - A | A

30 de Maio de 2024, 09h:15 A- A+

Polícia / EM ROSÁRIO OESTE

Polícia Civil prende homem que tentou matar ex-companheira e mãe que saiu em defesa da filha

Vítimas ainda se recuperam das lesões sofridas; crime ocorreu no dia 05 de maio

PAULA VALÉRIA
DA REDAÇÃO

Nesta quarta-feira (29) a equipe de policiais civis de Mato Grosso, da Delegacia de Rosário Oeste (MT) cumpriram a prisão preventiva de um homem de 22 anos que tentou matar a ex-companheira e a mãe dela, no início deste mês. Ele ainda é investigado pelos crimes de estupro de vulnerável, violência psicológica e injúria.

A unidade da Polícia Civil de Rosário Oeste tomou conhecimento da tentativa de feminicídio no dia 05 de maio. O investigado e a companheira estavam em uma confraternização de uma irmã dele, em um restaurante da cidade, quando ele, por ciúmes, começou a xingar a vítima, que decidiu ir embora do local.

A vítima seguiu para a casa de sua mãe e o investigado a acompanhou de motocicleta, insistindo que a ex-companheira subisse no veículo. A mãe da vítima encontrou o casal no trajeto e ambos discutiram, quando ele perguntou se a moça queria a separação e tirou a faca que estava escondida na cintura e desferiu diversos golpes que acertaram o braço, tórax e barriga da companheira, causando ferimentos profundos.

A mãe da jovem correu para tentar defendê-la e também foi atingida por três facadas. O criminoso ainda tentou correr atrás da vítima, mas lâmina da faca se soltou do cabo e a jovem aproveitou para jogá-la longe.

Acesse nosso canal de notícias no WhatsApp pelo link: FTN BRASIL

As duas vítimas foram socorridas ao Hospital Amparo, em Rosário Oeste, e depois transferidas ao Hospital Municipal de Cuiabá diante da gravidade das lesões. Na capital, eles foram atendidas por uma equipe do Plantão 24h de Atendimento a Vítimas de Violência Doméstica e requereram medida protetiva de urgência e foram encaminhadas para realização de exame de corpo de delito.

Ouvida pela equipe policial, a vítima adolescente relatou que tem uma filha com o investigado e que ambos se envolveram quando ela tinha apenas 12 anos, o que configura estupro de vulnerável, crime pelo qual ele também responderá.

Diante dos crimes graves ocorridos, o delegado Márcio Henrique Portela representou ao juízo da Vara Única de Rosário Oeste pela prisão preventiva do investigado, que recebeu parecer favorável do Ministério Público Estadual.

Comente esta notícia

NOTÍCIAS DO BRASIL E DO MUNDO