Cuiabá, 18 de Julho de 2024
DÓLAR: R$ 5,54
FTN Brasil | Jornal de Verdade

Polícia Quinta-feira, 29 de Fevereiro de 2024, 16:36 - A | A

29 de Fevereiro de 2024, 16h:36 A- A+

Polícia / EM FLAGRANTE

Polícia Civil mata criminosos e prende motorista de aplicativo que deu apoio no roubo

Os três suspeitos que invadiram a casa, agrediram e roubaram as vítimas

ELISA RIBEIRO

Um motorista de transporte por aplicativo, que deu apoio aos criminosos envolvidos em um roubo ocorrido na madrugada de quarta-feira em Lucas do Rio Verde, foi preso em flagrante pela equipe da Delegacia da Polícia Civil durante diligências para esclarecer o crime.

A delegacia analisou imagem de câmeras de monitoramento que mostraram um veículo Chevrolet Ônix branco nas imediações de onde ocorreu o roubo a uma residência no Parque dos Buritis. O mesmo veículo também foi identificado dando fuga aos criminosos em outro roubo ocorrido no dia 20 de fevereiro.

Acesse nosso canal de notícias no WhatsApp pelo link: FTN BRASIL

A equipe policial localizou o veículo e passou a monitorá-lo e conseguiu abordar o condutor em uma via pública de Lucas do Rio Verde. Conduzido à delegacia, E.E.D.S., de 33 anos, informou que trabalha como motorista de aplicativo e que havia feito uma corrida na noite de quarta-feira para o endereço no Parque Buritis, ou seja, o local do roubo da madrugada.

O motorista foi detido em flagrante pelo crime de roubo e encaminhado para audiência de custódia do Poder Judiciário.

Roubo na madrugada

O crime foi registrado na madrugada, quando a PM foi acionada no Parque dos Buritis e em monitoramento da residência pelo muro dos fundos, os policiais apuraram que três suspeitos armados renderam as vítimas dentro do imóvel. Três suspeitos morreram em confronto após correr em direção aos policiais apontando as armas de fogo contra as equipes.

Uma das vítimas relatou que estava dormindo quando ouviu um barulho na porta e ao acordar, foi surpreendido pelos três suspeitos. Um deles rendeu a vítima de 66 anos, que passou mal, e a amarrou. Em seguida, passaram a exigir que o dono da casa fizesse transferências bancárias, contudo, pelo horário, o serviço estava indisponível. Agressivo, um suspeito continuou a dar chutes contra a vítima, enquanto os outros passaram a revirar o imóvel em busca de arma e dinheiro.

Os suspeitos colocaram os objetos roubados da residência na camionete da vítima e se preparavam para fugir da casa, quando a equipe policial chegou no local.

Comente esta notícia

Esse est et proident pariatur exercitation