Cuiabá, 18 de Julho de 2024
DÓLAR: R$ 5,54
FTN Brasil | Jornal de Verdade

Polícia Sexta-feira, 22 de Março de 2024, 11:21 - A | A

22 de Março de 2024, 11h:21 A- A+

Polícia / "SMASH"

Criminosos prestes a receber o benefício da liberdade são alvos de operação da Polícia Civil

Foram cumpridos oito mandados de prisão judiciais contra custodiados em unidades prisionais nas cidades de Várzea Grande, Cuiabá, Paranatinga e Comodoro

ELISA RIBEIRO
DA REDAÇÃO

A Polícia Civil, por meio da Gerência Estadual de Polinter e Capturas (Gepol), deflagrou nesta sexta (22.03), a oitava fase da Operação Smash (do inglês esmagar), com cumprimento de mandados de prisões de pessoas condenadas judicialmente e que ainda estão com pendências por outros crimes.

Foram cumpridos oito mandados de prisão judiciais contra custodiados em unidades prisionais nas cidades de Várzea Grande, Cuiabá, Paranatinga e Comodoro.

A operação tem como foco principal aqueles criminosos sentenciados pela justiça e que estão com prisões decretadas por delitos como homicídio, roubo, associação criminosa, estupro de vulnerável, ameaça, tráfico de drogas e violência doméstica.

Acesse nosso canal de notícias no WhatsApp pelo link: FTN BRASIL
 
As ordens de prisão foram decretadas com base em investigações de diversos inquéritos policiais instaurados pela Polícia Civil em todo o estado. O trabalho conta com o apoio de servidores do Sistema Prisional e contribui para a efetiva aplicação da lei penal.

A delegada titular da Gepol, Sílvia Maria Pauluzi, explica que o cumprimento das ordens de prisão contra aqueles que ainda têm pendências com Justiça e que estejam cumprindo penas em unidades prisionais auxilia com que não recebam o benefício da liberdade condicional e se mantenham recolhidos.

“As equipes fazem os levantamentos com o intuito de identificar e localizar o paradeiro de foragidos da Justiça, que praticaram os mais variados crimes. Esses criminosos são alvos da Gepol, que trabalha incansavelmente para cumprimento da missão”, pontuou a delegada.

Em janeiro deste ano, a sexta fase da operação cumpriu mandados nas unidades prisionais de Cáceres e de Pontes e Lacerda.

Smash em 2023 

Em uma das fases da Operação Smash realizadas no ano passado foram cumpridos mandados nas unidades prisionais das cidades de Pontes Lacerda, Arenápolis, Cuiabá, Várzea Grande, Rondonópolis e Água Boa.

Outra fase concentrou o cumprimento de prisões no sul do Estado, em Rondonópolis e outras cinco cidades da região. Parte dos mandados foi cumprida na Penitenciária Major Eldo de Sá Corrêa (Mata Grande) e na unidade prisional feminina; outros mandados foram de pessoas foragidas que estavam nas ruas.

Além de Mato Grosso, a Polinter estendeu a operação Smash a outros estados, concentrando esforços no cumprimento de prisões em outras unidades da federação. Com apoio de unidades policiais de outros estados, a Polinter cumpriu prisões em Goiás, Santa Catarina, São Paulo, Paraná e Mato Grosso do Sul.

Comente esta notícia

Esse est et proident pariatur exercitation