Cuiabá, 18 de Junho de 2024
DÓLAR: R$ 5,43
FTN Brasil | Jornal de Verdade

Polícia Quinta-feira, 23 de Maio de 2024, 09:00 - A | A

23 de Maio de 2024, 09h:00 A- A+

Polícia / CRIME EM TESOURO

Assassino de colega de trabalho e que ateou fogo à vítima em fazenda é preso no Sul do estado

O investigado, de 39 anos, foi localizado pela Polícia Civil andando na zona rural do mesmo município onde ocorreu o crime

ELISA RIBEIRO
DA REDAÇÃO

Policiais civis da Delegacia de Guiratinga prenderam nesta quarta-feira (22) o autor do homicídio do funcionário de uma fazenda, no município de Tesouro, no sul do estado. O investigado, de 39 anos, foi localizado andando na zona rural do mesmo município onde ocorreu o bárbaro crime.

Após esfaquear a vítima, com quem trabalhava na fazenda, A.A.S. colocou o corpo de Hamilton Corman da Costa, 40 anos, dentro de um veículo Corsa da própria vítima e ateou fogo ao veículo, que foi encontrado em uma área de mata. Depois, o investigado retornou à fazenda e roubou uma motocicleta, um aparelho celular e uma espingarda e fugiu da propriedade.

Acesse nosso canal de notícias no WhatsApp pelo link: FTN BRASIL 

A equipe de investigação de Guiratinga iniciou as diligências e após a identificação do autor do crime, a delegada Lígia Pinto da Silveira Avelar, representou pela prisão preventiva.

Os policiais civis permaneceram em buscas pelo autor do crime durante três dias e nesta quarta-feira, na região rural de Tesouro, a equipe seguiu rastros na estrada, quando localizou o investigado, que chegou a pedir carona quando foi abordado, pois não reconheceu os policiais.

O autor do homicídio foi encaminhado à Delegacia de Guiratinga para a formalização do mandado e interrogatório. Ele responderá por homicídio qualificado, vilipêndio de cadáver e roubo.

O crime

O homicídio ocorreu na noite de domingo (19), após um desentendimento entre os dois funcionários da fazenda. Testemunhas relataram que o suspeito e a vítima já vinham se desentendendo há um tempo e no dia do crime voltaram a discutir, enquanto a vítima estava ingerindo bebida alcoólica. A briga foi apartada por uma testemunha e quando tudo parecia resolvido, o suspeito sentou ao lado da vítima e lhe desferiu um golpe de faca.

A vítima caiu e o suspeito voltou a desferir novos golpes. Hamilton ainda conseguiu se levantar e correu para tentar pular a janela, mas foi agarrado e novamente golpeado até a morte. Após matar Hamilton, o autor do crime ameaçou testemunhas caso chamassem a Polícia e chegou a ferir uma delas, que teve um corte profundo nas mãos. Em seguida, ele arrastou o corpo de Hamilton até o carro e saiu com o veículo, quando ateou fogo.

Comente esta notícia

NOTÍCIAS DO BRASIL E DO MUNDO