Cuiabá, 17 de Julho de 2024
DÓLAR: R$ 5,48
FTN Brasil | Jornal de Verdade

Destaque Quarta-feira, 07 de Fevereiro de 2024, 14:03 - A | A

07 de Fevereiro de 2024, 14h:03 A- A+

Destaque / PERCENTBRASIL

Emanuel supera desafios e polêmicas e tem gestão aprovada por 56% da população cuiabana, mostra pesquisa

A coleta foi realizada entre os dias 1 a 4 de fevereiro de 2024

DA REDAÇÃO

A primeira pesquisa realizada pelo Instituto Percent em 2024 e divulgada em primeira mão pelo portal O Documento e TV Cuiabá, revelou que 56,1% da população cuiabana avaliam a gestão do prefeito da capital, Emanuel Pinheiro (MDB) como “boa e regular”.

Para o proprietário da Percent, Ronye Steffan, o grau de satisfação da população com os mais novos dados, são reflexo da ascensão política de Emanuel, que mesmo com todos os desafios e polêmicas enfrentados no mandato, consegue ainda atrair popularidade dos cuiabanos.

“O Emanuel é uma figura política com muita intensidade popular, pessoa extremamente carismática. Ele se assemelha ao time do Flamengo, amado por uns e reprovado por outros. Mas dentro da sua faixa de aceitação, cerca de 55% da população cuiabana, o Emanuel é imbatível”, disse.

Acesse nosso canal de notícias no WhatsApp pelo link: FTN BRASIL

Ofatonews

RONYE STEFFAN ROSA ÍNDIO

O proprietário da Percent, Ronye Steffan, destaca a capacidade do prefeito de atrair a popularidade dos cuiabanos

“Apesar de todos os percalços, ele segue como um prefeito bem avaliado, como uma espécie de celebridade entre seus eleitores. Nos dias atuais, é raro encontrar homens públicos com esta marca”, pontuou Ronye Steffan.

Conforme a pesquisa, 32,6% dos cuiabanos consideram a gestão de Pinheiro como “regular” e 20,5% avaliaram como “boa” o trabalho do prefeito durante os dois mandatos à frente do Palácio Alencastro.

A coleta foi realizada entre os dias 1 a 4 de fevereiro de 2024. Foram ouvidas 1.200 pessoas de forma presencial na zona rural e urbana de Cuiabá. O intervalo de confiança é de 95% e a margem de erro é de 2,83% para mais ou para menos. O registro da pesquisa está sob nº 06359/2024 MT – Tribunal Superior Eleitoral (TSE).

 

 

Comente esta notícia

Esse est et proident pariatur exercitation