Cuiabá, 12 de Junho de 2024
DÓLAR: R$ 5,41
FTN Brasil | Jornal de Verdade

Cidades Segunda-feira, 10 de Junho de 2024, 11:39 - A | A

10 de Junho de 2024, 11h:39 A- A+

Cidades /

Prefeita Cinthia Ribeiro anuncia a criação do Parque Natural Municipal Papagaio Galego

Para a gestora, a criação da UC tem como objetivo estabelecer um espaço protegido para a biodiversidade prosperar. “Esse parque é um presente. Poucas cidades do mundo têm o que estamos entregando hoje

ELISA RIBEIRO
DA REDAÇÃO

A primeira Unidade de Conservação (UC) de Palmas, o Parque Natural Municipal Papagaio Galego, foi criada, por meio de decreto, na tarde da última sexta-feira (07), pela prefeita Cinthia Ribeiro e pela presidente da Fundação Municipal de Meio Ambiente (FMA), Jacqueline Vieira da Silva. O evento contou com a presença de autoridades do Legislativo municipal e estadual, servidores públicos e estudantes da rede municipal de ensino de Palmas. 


O espaço abrange uma área de 187.413,81 m², localizada nas proximidades da Avenida Parque, que margeia a Arso 151 (1503 Sul). O lançamento de mais este parque reforça o compromisso da Gestão da Capital com o bem-estar social e com o meio ambiente, além de ficar entre os principais legados da Semana Municipal do Meio Ambiente 2024.

Acesse nosso canal de notícias no WhatsApp pelo linkFTN BRASIL 


Na ocasião, a prefeita Cinthia Ribeiro lembrou que o parque é fruto de uma compensação ambiental pela implantação da quadra residencial Arso 151, ainda em 2012. Para a gestora, a criação da UC tem como objetivo estabelecer um espaço protegido para a biodiversidade prosperar. “Esse parque é um presente. Poucas cidades do mundo têm o que estamos entregando hoje. Depois de 35 anos, temos a primeira unidade de conservação do Município e estamos deixando um legado para as futuras gerações”, destacou a gestora. 


Já a presidente da FMA, Jacqueline Vieira, afirmou que a criação do Parque Natural Municipal Papagaio Galego representa o compromisso com o desenvolvimento sustentável, reconhecendo a importância de equilibrar as necessidades humanas com a conservação ambiental. “Ao preservar áreas naturais, garantimos recursos essenciais para as gerações futuras e promovemos um ambiente saudável para todos os seres vivos".


Entre os muitos benefícios que o espaço deve trazer constam a preservação de fragmento do bioma cerrado, manutenção da biodiversidade local, com proteção de espécies de flora e fauna de cerrado; melhoria no microclima local, com maior conforto térmico; melhoria da qualidade do ar; sequestro de carbono através da vegetação, ajudando a combater o aquecimento global e proteção contra a erosão e degradação do solo.


Para o Município, a criação da unidade de conservação contribui para o cumprimento de pactos e acordos ambientais e climáticos, dos quais Palmas é signatária, além de fortalecer a governança ambiental e o papel do poder público na gestão dos recursos naturais. 


Premiação

Além da criação da Unidade de Conservação, a programação desta sexta-feira, 7, da Semana do Meio ambiente ainda incluiu a premiação dos alunos vencedores do I Concurso Escolar em Educação Ambiental da Semana da Água, promovido pela Prefeitura de Palmas, por meio da Fundação de Meio Ambiente (FMA) e  da Secretaria Municipal da Educação (Semed).  


Na ocasião, os alunos da rede municipal de ensino da Capital que se destacaram no concurso, nas modalidades Desenho, Redação, Vídeo e Fotografia, receberam certificados e medalhas das mãos da prefeita Cinthia Ribeiro e do secretário municipal da Educação, professor Fábio Chaves. 

 

Implantação 

Por se tratar de uma compensação ambiental, os custos para implantação do Parque relacionados aos estudos ambientais, plano de manejo e implantação de equipamentos serão de responsabilidade da empresa G10 Empreendimentos Imobiliários, que criou o loteamento da Arso 151.

Comente esta notícia

NOTÍCIAS DO BRASIL E DO MUNDO